Analysis of the correlation between ophthalmic examination and quality of life outcomes following intracorneal ring segment implantation for keratoconus

Analysis of the correlation between ophthalmic examination and quality of life outcomes following intracorneal ring segment implantation for keratoconus

Título alternativo Avaliação dos fatores que influenciam na qualidade de vida de pacientes com ceratocone após implante de anel intraestromal
Autor Paranhos, Juliane de Freitas Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Paranhos Junior, Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Ávila, Marcos Pereira Google Scholar
Schor, Paulo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Goiás Departamento de Cirurgia
Resumo PURPOSE: To analyze the correlation between quantitative measurements outcomes and keratoconus patients' vision related quality of life (v-QoL) following intrastromal corneal ring segment implantation. METHODS: The NEI-RQL (National Eye Institute Refractive Error Quality of Life) was administered to patients requiring intrastromal corneal ring segment implantation, before and after surgery, wearing best correction for 40 days minimum. Visual acuity, refraction, corneal topography, aberrometry data (VOL-CT. software) and contrast sensitivity were recorded before and 3 months after surgery. The main outcome measures were best corrected visual acuity, refraction, steep keratometric value (Kmax), aberrometry, contrast sensitivity and v-QoL. RESULTS: There were 42 keratoconic patients (69 eyes): 19 male and 23 female, mean age 24.9 ± 5 years in this prospective study. Binocular best corrected visual acuity improved (0.13 ± 0.03 before to -0.01 ± 0.01 logMAR after surgery, p<0.001). There was a statistically significant improvement in mean spherical refraction (2.81 ± 0.44 to 1.71 ± 0.31), cylinder component (3.89 ± 0.22 to 1.82 ± 0.21), spherical equivalent (4.55 ± 0.46 to 2.40 ± 0.30), Kmax (55.92 D ± 0.62 to 52.16 D ± 0.58 D) and root mean square low order (p<0.001). Contrast sensitivity (CS) improved at all spatial frequencies: at 6 cpd improvement was higher. Root mean square higher order did not improved p=0.422. There was significant improvement across all NEI-RQL scales after surgery. Multivariate analysis showed that gender (males more satisfied than females), cylinder (1 D reduction improves 5 points in general NEI-RQL scores) and normal contrast sensitivity at 3 and 6 cpd were correlated with v-QoL. Other variables such as best corrected visual acuity, root mean square low order, root mean square higher order and Kmax did not show influence on NEI-RQL scores. CONCLUSIONS: The best patient response predictors with the NEI-RQL instrument were gender, normal CS at 3 and 6 cpd and cylinder reduction. The use of this questionnaire was crucial to assess the influence of optical tests on v-QoL in keratoconus patients who were referred for intrastromal corneal ring segment implantation.

OBJETIVO: Analisar a correlação entre fatores relacionados aos pacientes com ceratocone e suas medidas quantitativas e os resultados da qualidade de vida com o implante do anel intraestromal (ICRS). MÉTODOS: O questionário de qualidade de vida relacionado a visão (QdV-v) NEI-RQL (National Eye Institute Refractive Error Quality of Life) validado na língua portuguesa foi administrado a pacientes com indicação de implante do anel intraestromal antes e depois da cirurgia quando eles já estavam usando a correção por pelo menos 40 dias. Acuidade visual com a melhor correção, topografia de córnea, aberrometria e sensibilidade ao contraste foram medidos antes e três meses após a cirurgia. RESULTADOS: Foram incluídos neste estudo prospectivo 42 pacientes (69 olhos): 19 homens e 23 mulheres com idade média de 24,9 ± 5 anos. Houve melhora estatisticamente significante na acuidade visual com a melhor correção binocular (0,13 ± 0,03 antes para -0,01 ± 0,01 logMAR após a cirurgia, p<0,001), na refração esférica média (2,81 ± 0,44 para 1,71 ± 0,31), no componente cilíndrico (3,89 ± 0,22 para 1,82 ± 0,21), no equivalente esférico (4,55 ± 0,46 para 2,40 ± 0,30), na ceratometria máxima (55,92 D ± 0,62 para 52,16 D ± 0,58 D) e no RMS (root mean square) de baixa ordem (p<0,001). O RMS de alta ordem não teve melhora significante p=0,422. A sensibilidade ao contraste (SC) melhorou significativamente em todas as frequências especialmente na de 6 cpg. Houve melhora significante em todas as escalas do NEI-RQL após a cirurgia. A análise multivariada mostrou que sexo (homens com melhores índices de QdV-v que as mulheres), cilindro (1 D de redução aumenta em 5 pontos a escala geral do NEI-RQL) e SC normal nas frequências de 3 e 6 cpg são os fatores que interferem nos escores de QdV-v dos pacientes com implante de anel intraestromal. As outras variáveis como acuidade visual com a melhor correção, aberrometria e ceratometria máxima não influenciaram nos escores do NEI-RQL. CONCLUSÕES: Os fatores que se correlacionam a melhores pontuações na QdV-v dos pacientes com implante de anel intraestromal são: sexo, SC normal nas frequências de 3 e 6 cpg e diminuição do cilindro. A análise das medidas objetivas em conjunto com o NEI-RQL foi fundamental para identificar os fatores que influenciam nos resultados subjetivos dos pacientes com ceratocone e implante de anel intraestromal.
Palavra-chave Cornea
Corneal topography
Corneal stroma
Keratoconus
Keratoplasty
Quality of life
Patient satisfaction
Visual acuity
Aberrometry
Córnea
Topografia da córnea
Substância própria
Ceratocone
Ceratoplastia penetrante
Qualidade de vida
Satisfação do paciente
Acuidade visual
Aberrometria
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 74, n. 6, p. 410-413, 2011.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 410-413
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492011000600005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492011000600005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6761

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492011000600005.pdf
Tamanho: 125.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta