O desenvolvimento econômico em Celso Furtado: da superação do subdesenvolvimento à construção do mito

O desenvolvimento econômico em Celso Furtado: da superação do subdesenvolvimento à construção do mito

Author Costa, Hugo Jefferson da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Costa, Julio Cesar Zorzenon Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract A concepção do desenvolvimento econômico e suas implicações são preocupações presentes ao longo de nossa história contemporânea. Não foi diferente com Celso Furtado. Dada a necessidade do resgate teórico sobre o projeto do país, o autor dedicou sua vida a compreender os problemas econômicos do Brasil e América Latina. Este trabalho irá abordar o conceito de desenvolvimento e subdesenvolvimento na visão de Furtado, ressaltando sua importância e contemporaneidade através da exposição do contexto histórico de sua tese e sua formação de pensamento, partindo do entendimento de duas fases de seu pensamento. A primeira, produto de sua juventude e que poderá ser encarada como otimista, o autor formula sua teoria do subdesenvolvimento e propõe sua superação através da industrialização. A segunda, representa a maturidade de Furtado, onde apresenta que o modelo anterior, ao contrário, reforça a concentração de renda e destrói o meio ambiente. através de uma abordagem ampla, sua conclusão é a de que a tendência estrutural do capitalismo é a de garantir o nível de dependência dos países periféricos, e sua manifestação se dá pela dimensão cultural, onde suas elites reproduzem o estilo de vida dos países centrais, ao que denomina mimetização cultural, a tentativa de superação não é outro senão um mito. O único caminho, portanto, é o da valorização e permanência da diversidade cultural e ambiental através da equidade e solidariedade e em contraposição ao crescimento econômico em larga escala.

The conception of economic development and its reasons are present concerns throughout our contemporary history. It was no different with Celso Furtado. Given the need for theoretical rescue on the country's project, the author dedicated his life to understanding the economic problems of Brazil and Latin America. This work will address the concept of development and underdevelopment in Furtado's view, emphasizing its importance and contemporaneity by exposing the historical context of his thesis and his thought formation, starting from the understanding of two phases of his thinking. The first, the product of his youth and which can be seen as optimistic, the author formulates his theory of underdevelopment and proposes its overcoming through industrialization. The second represents Furtado's maturity, where he shows that the previous model, on the contrary, reinforces the concentration of income and destroys the environment. through a broad approach, its conclusion is that the structural tendency of capitalism is to guarantee the level of dependency of peripheral countries, and its manifestation is given by the cultural dimension, where its elites reproduce the lifestyle of peripheral countries, while which he calls cultural mimicry, an attempt to overcome it is none other than a myth. The only way, therefore, is to value and maintain cultural and environmental diversity through equity and solidarity and in opposition to large-scale economic growth.
Keywords Celso Furtado
Subdesenvolvimento
Desenvolvimento Econômico
Mito
Meio-Ambiente
Mimetização Cultural
Language Portuguese
Sponsor Não recebi financiamento
Date 2021-03-09
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 51 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60842

Show full item record




File

Name: MONO VERSÃO FINAL.pdf
Size: 570.2Kb
Format: PDF
Description: MONOGRAFIA
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account