Avaliação da qualidade de vida, equilíbrio, força muscular e capacidade física em idosos praticantes de atividade física e não praticantes de atividade física

Avaliação da qualidade de vida, equilíbrio, força muscular e capacidade física em idosos praticantes de atividade física e não praticantes de atividade física

Alternative title Quality of life, muscle strength and physical capacity among elderly individuals and associations with physical activity
Author Orlando, Mariana Martinez Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Lombardi Júnior, Imperio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Introdução: O envelhecimento torna-se um grande desafio para saúde pública, devido a necessidade de encontrar soluções para manter a sobrevida e melhorar a qualidade de vida. A prática de atividade física tem sido uma importante aliada na promoção de saúde e prevenção das doenças relacionadas ao processo de envelhecimento. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi avaliar a qualidade de vida, força muscular, equilíbrio e capacidade física de idosos praticantes e não praticantes de atividade física. Casuística e Métodos: Foi realizado um estudo observacional transversal com 74 idosos da cidade de Santos/ SP- Brasil, divididos em dois grupos: praticantes e não praticantes de atividade física. Para a coleta de dados foi utilizado o questionário internacional de atividade física para a classificação dos idosos, para avaliar a qualidade de vida foi utilizado o questionário genérico SF36, a escala de Berg foi utilizada para análise do equilíbrio, para o teste de força muscular foi utilizado a dinamometria e para a avaliação da capacidade física foi utilizado o teste de caminhada de seis minutos. Resultados: Os dados do presente estudo mostram uma diferença significativa na qualidade de vida (p=0,001), força muscular (p=0,001), equilíbrio (p=0,001) e capacidade física (p=0,001) entre os idosos praticantes e não praticantes de atividade física. Os dados demonstram também uma moderada correlação entre os aspectos de qualidade de vida com o equilíbrio (0,513) no grupo praticante de atividade física, e uma forte correlação na qualidade de vida e a capacidade física (r= 0,741) no grupo não praticantes de atividade física. Conclusão: Podemos concluir que os idosos da cidade de Santos que praticam atividade física têm melhor qualidade de vida, força muscular, capacidade física e equilíbrio do que os não praticam de atividade física.

Introduction: Ageing has become a huge public health challenge due to the need to encounter solutions for maintaining survival rates and improving quality of life. The practice of physical activity is important to health promotion and the prevention of diseases related to the ageing process. Objective: The aim of the present study was to assess quality of life, muscle strength, balance and physical capacity among elderly practitioners and non-practitioners of physical activity. Materials and Methods: An observational, cross-sectional study was carried out involving 74 elderly individuals in the city of Santos (state of São Paulo, Brazil), divided into two groups: practitioners and non-practitioners of physical activity. The International Physical Activity Questionnaire was used for the classification of the participants. The generic SF-36 questionnaire was used to assess quality of life. The Berg scale was used for the analysis of balance. Dynamometry was used for the muscle strength test. The six-minute walk test was used for the assessment of physical capacity. Results: Significant differences were found between elderly practitioners and nonpractitioners of physical activity regarding quality of life (p = 0.001), muscle strength (p = 0.001), balance (p = 0.001) and physical capacity (p = 0.001). The data also demonstrate that aspects of quality of life were moderately correlated with balance among the practitioners of physical activity (0.513) and strongly correlated with physical capacity among the non-practitioners of physical activity (r = 0.741). Conclusion: Elderly individuals in the city of Santos (Brazil) who practice physical activity have better quality of life, muscle strength, physical capacity and balance in comparison to those who do not practice physical activity.
Keywords Idosos
Envelhecimento
Atividade física
Força muscular
Equilíbrio
Capacidade física
Qualidade de vida
Escala de Berg
Dinamometria
Teste de caminhada de seis minutos
Elderly
Ageing
Physical activity
Muscle strength
Balance
Physical capacity
Quality of life
Berg scale
Dynamometry
Six-minute walk test
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2012-04-10
Published in ORLANDO, Mariana Martinez. Avaliação da qualidade de vida, equilíbrio, força muscular e capacidade física em idosos praticantes de atividade física e não praticantes de atividade física. 2012. 57f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2012.
Knowledge area Outra
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 57 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/58849

Show full item record




File

Name: AVALIAÇÃO DA QU ... BRIO, FORÇA MUSCULAR E.pdf
Size: 914.6Kb
Format: PDF
Description: Dissertação de mestrado
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account