Processo de modernização portuária em Santos e as implicações na saúde mental dos trabalhadores: estresse, uso abusivo de substâncias psicotrópicas e violência

Processo de modernização portuária em Santos e as implicações na saúde mental dos trabalhadores: estresse, uso abusivo de substâncias psicotrópicas e violência

Alternative title Modernization process in Santos port and the implications for mental health workers: stress, psychotropic substance abuse and violence
Author Cardoso, Pedro Quaresma Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Tucci, Adriana Marcassa Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Mudanças expressivas no ambiente de trabalho podem afetar de forma significativa a relação do trabalhador com o seu trabalho. A exigência de novos padrões comportamentais é apontada por estudiosos de análise do comportamento como uma situação com potencial aversivo e que pode favorecer o desencadeamento de respostas emocionais psicopatológicas como quadros de estresse, ansiedade e depressão. Podem ainda favorecer o abuso de substâncias psicoativas e o aparecimento de comportamentos violentos. O objetivo geral do estudo foi analisar as implicações da modernização portuária na saúde mental dos trabalhadores avulsos do Porto de Santos Os objetivos específicos foram: 1) entender a relação entre estresse e organização do trabalho no Porto de Santos; 2) compreender a relação entre a atual organização do trabalho e o uso de substâncias psicoativas; 3) entender a relação entre estresse e uso de substâncias psicoativas entre os Trabalhadores Portuários Avulsos; 4) compreender a relação entre estresse e violência no ambiente familiar e de trabalho; e 5) entender a relação entre uso de substâncias psicoativas e violência no ambiente familiar e de trabalho. Foram utilizados Roteiro de Entrevista Semi-Estruturada, Inventário de Sintomas de Stress para Adultos (ISSL) e Inventário de Expressão de Raiva como Estado e Traço (STAXI). Foram entrevistados 17 TPAs classificados como usuários de risco pelo Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test - ASSIST. Para as análises das entrevistas semi-estruturadas foram realizadas leitura exaustiva de cada entrevista, estabelecimento de categorias temáticas, organização e análise do material segundo as categorias temáticas e cotejamento dos conteúdos das categorias com a literatura existente sobre a temática e com as referências teóricas que norteiam a pesquisa. Dez participantes apresentaram quadros de estresse. Dez participantes apresentaram índices maiores que a média brasileira nas subescalas do STAXI: raiva para fora, raiva para dentro e expressão de raiva. A partir do discurso dos TPAs concluiu-se que a organização do trabalho parece promover contingências aversivas que favorecem o uso de álcool e outras drogas como estratégias de enfrentamento. Os dados apontaram para o uso extensivo de álcool e drogas entre os TPAs e suas possíveis relações com a organização do trabalho. Pode-se inferir que o processo de modernização portuária, marcado também por mudanças significativas nas relações interpessoais e trabalhistas, favoreceu que contingências aversivas entrassem em operação e que o uso/abuso de álcool e outras drogas se apresentassem como estratégias de enfrentamento. Além de favorecer também o aparecimento de respostas violentas. Espera-se que as reflexões e as questões abertas no presente estudo favoreçam o desenvolvimento de novas pesquisas que venham a contribuir para a melhoria da saúde mental e qualidade de vida dessa população.

Significant changes in the workplace can significantly affect the relationship of the worker to his work. The demand for new behavioral patterns is pointed out by scholars of behavior analysis as a potentially aversive situation and that may favor emotional psychopathology responses as stress, anxiety and depression. They can also facilitate the substance abuse and violent behavior. The aim of this study was understand the implications of actual work organization – after the port modernization - in the mental health of temporary workers from the Port of Santos. The specific objectives were: 1) understand the relationship between stress and work organization and the process of modernization of the Port of Santos, 2) examine the relationship between the current organization of work and psychoactive substances use, 3) evaluate the relationship between stress and substance use among temporary dock work (TAPs), 4) analyze the relationship between stress and violence in family and work, and 5) understand the relationship between substance use and violence in family and work. We used SemiStructured Interview, Stress Symptoms Inventory (ISS) and Anger Expression Inventory and State-Trait (STAXI). 17 respondents were classified as risk users for Alcohol by the Smoking and Substance Involvement Screening Test - ASSIST. For the analysis of semi-structured interviews were conducted exhaustive reading of each interview, the establishment of thematic categories, organizing and analyzing according to the themes and content of the categories of mutual comparison with literature. Ten participants had manifestations of stress. Ten participants showed higher rates than the national average on the subscales of the STAXI: anger out, anger in and anger expression. From the speech of TPAs was concluded that the organization of work seems to promote aversive contingencies that favor the use of alcohol and drugs as coping strategies. These data demonstrate the extensive use of alcohol and drugs among TPAs and their possible relationship with the organization of work. It can be inferred that the port modernization process, also marked by significant changes in interpersonal relations and labor, which favored aversive contingencies went into operation and the use/abuse of alcohol and drugs present themselves as coping strategies. In addition to also encourage the emergence of violent responses. It is hoped that the reflections and open questions in this study favored the development of new research that will facilitate the improvement of quality of life of this population.
Keywords Ambiente de trabalho
Estresse Psicológico
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Drogas ilícitas
Violência
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Sponsor Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Date 2012-04-10
Published in CARDOSO, Pedro Quaresma. Processo de modernização portuária em Santos e as implicações na saúde mental dos trabalhadores: estresse, uso abusivo de substâncias psicotrópicas e violência. 2012. 117f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2012.
Knowledge area Outra
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 117 f.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/58842

Show full item record




File

Name: Dissertacao Ped ... a Cardoso VERSAO FINAL.pdf
Size: 753.9Kb
Format: PDF
Description: Dissertação de mestrado
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account