Tudo monta: conversas sobre a verdade em Foucault e Coutinho

Tudo monta: conversas sobre a verdade em Foucault e Coutinho

Author Ellero, Marcos Vinicius Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Caiaffo, Stéfanis Silveira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract “A Metapsicologia de Feuer: era esse o título do seminário apresentado pelo jovem psicólogo Francisco Conte durante as palestras com o tema: ‘O futuro da psicologia na URSS’ que aconteceram no dia 18 de agosto de 1947 na Academia de Kiev-Mohyla, hoje território ucraniano. Nesse dia Francisco apresentou extensa obra e material experimental pertencente a Julius Feuer, cientista alemão que teria morrido durante os conflitos da Segunda Guerra. O conteúdo dessa obra era o diário de experimentos realizados com macacos e humanos que teorizavam acerca da dinâmica topográfica que o cérebro apresenta quando se está apaixonado. A hipótese da teoria era a de que processos semelhantes aconteciam quando fazemos sexo, pintamos quadros, escutamos música ou acariciamos animais domésticos (em especial gatos). O estudo ganhou bastante repercussão e em poucos dias o nome Feuer circulava nos meios intelectuais da época. O sucesso foi tanto que o governo soviético recolheu o material das mãos de Francisco Conte e nos anos que se seguiram alguns institutos de menor calibre replicavam os experimentos contidos na obra por diversos países da URSS. Em 1962, com o auge da Guerra Fria, a União Soviética volta sua atenção para o campo científico e o foco sobre esses experimentos voltam a ocorrer. Buscando entender melhor a obra, um grupo de cientistas infiltrados é enviado à Alemanha para colher mais dados sobre Feuer. Contudo o que a expedição descobre é que Julius Feuer era um vendedor de salsichas que viveu em Garmisch-Partenkirchen durante os anos da guerra, que era analfabeto e jamais produziu qualquer um daqueles diários. Foi então que o Estado questionou Francisco Conte sobre a autoria daquele material e o psicólogo, diante da pressão exercida sobre ele, assume a autoria dos escritos, revelando ainda que todos os experimentos ali relatados eram obra de sua cabeça e jamais aconteceram. Os jornais da época deram grande destaque ao ocorrido, causando um sentimento de revolta na população e, no dia 6 de dezembro de 1963, Francisco Conte é condenado por atentado contra a pátria e sua sentença é morte por fuzilamento, sendo executada na semana seguinte. Os documentos relacionados à teoria são queimados e o assunto é 4 esquecido desde então. Porém, a questão que fica é a de que, em nenhum momento, a teoria se mostrou errada, apesar de falsa.“. Trecho extraído do livro: A confissão de um viúvo de cor branca. Autor: João Reys Jr. – Doutor em Filosofia – São Paulo, SP – agosto de 2005.
Keywords Eduardo Coutinho
Michel Foucault
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2016-12-12
Published in ELLERO, Marcos Vinicius. Tudo monta: conversas sobre a verdade em Foucault e Coutinho. 2016. 55 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Psicologia) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2016.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 55 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/56214

Show full item record




File

Name: TCC MarcosViniciusEllero.pdf
Size: 615.8Kb
Format: PDF
Description: TCC
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account