Efeitos da suplementação de concentrado de uva no estresse oxidativo em indivíduos não atletas em uma partida de futebol

Efeitos da suplementação de concentrado de uva no estresse oxidativo em indivíduos não atletas em uma partida de futebol

Author Oliveira Junior, Roberto Rosa de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Medeiros, Alessandra Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Introdução: Existem muitas evidências sobre os benefícios da prática regular de atividade física. Entretanto, muitas pessoas realizam exercícios de forma esporádica e sem o treinamento adequado. Além de riscos cardiovasculares, exercícios intensos e esporádicos causam um quadro acentuado de estresse oxidativo. Para amenizar os efeitos deletérios do estresse oxidativo, intervenções com capacidade antioxidante têm sido buscadas, como por exemplo, a alimentação. A uva tem chamado atenção pelo seu conteúdo de substâncias antioxidantes, tais como flavonoides (quercetina) e polifenóis (catequinas). O concentrado de uva (G8000®) é uma opção de preparação da uva com o intuito de potencializar seu efeito antioxidante. Objetivo: Avaliar os efeitos da suplementação prévia de concentrado de uva no estresse oxidativo de indivíduos não atletas submetidos à uma partida de futebol. Métodos: Sete indivíduos com idade entre 49 a 60 anos, não atletas, foram submetidos à duas partidas de futebol, sendo uma com suplementação prévia de 70 g de concentrado de uva G8000™ e outra com bebida placebo. Foram analisadas frequência cardíaca (FC), índice de massa corporal (IMC), nível de atividade física e Percepção Subjetiva de Esforço (PSE). Foram mensurados os status de antioxidantes totais (SAT) e oxidantes (SOT) através do soro e plasma dos voluntários. Em todos os resultados foram adotados 5% como limite de significância estatística (p ≤ 0,05). Resultados: A amostra foi composta por sete indivíduos com 78,6 ± 13,39 Kg, 1,72 ± 0,07 m, IMC de 26,4 ± 2,77 Kg/m2, FC de repouso de 71,9 ± 5,67 bpm e nível de atividade física 8,14 ± 1,84 (3-15). Com relação aos dados relativos às partidas de futebol, a PSE foi 9,0 ± 2,38 (6-20) na escala de Borg quando fizeram a ingestão de G8000 e 10,6 ± 3,78 (6-20) quando ingeriram a bebida placebo, sem diferença estatisticamente significante. O SAT foi significativamente maior quando fizeram a ingestão da suplementação G8000 do que quando ingeriram a bebida placebo. Em SOT e no Índice de Estresse Oxidativo obtido pela razão do SOT pelo SAT não foram encontradas diferenças significativas nos valores. Conclusão: A suplementação prévia com 70g de concentrado de uva G8000 apresenta uma potencialização na defesa antioxidante (SAT) do organismo. Essa modulação positiva da defesa antioxidante não se refletiu em uma diminuição de marcadores oxidativos (SOT) e nem do Índice de Estresse Oxidativo total.

Introduction: There is a lot of evidence about the benefits of regular physical activity. However, many people perform exercises sporadically and without proper training. In addition to the cardiovascular risks, intense and sporadic exercises cause a marked image of oxidative stress. To mitigate the deleterious effects of oxidative stress, interventions with antioxidant capacity, such as a diet, were sought. The grape drew attention to its content of antioxidant substances such as flavonoids (quercetin) and polyphenols (catechins). Grape concentrate (G8000®) is an option for grape preparation to increase its antioxidant effect. Objective: To evaluate the effects of previous supplementation of grape concentrate on the oxidative stress of non-athletes submitted to a football match. METHODS: Seven subjects aged 49 to 60 years, non-athletes underwent two soccer games, with pre-measurement of 70 g of grape concentrate G8000 ™ and others with placebo drink. Heart rate (HR), body mass index (BMI), physical participation and subjective effort perception (PSE) were analyzed. The status of total antioxidants (SAT) and oxidants (SOT) were measured through the serum and plasma of volunteers. In all results were adopted 5% as a limit of statistical significance (p ≤ 0.05). Results: The sample consisted of seven patients with 78.6 ± 13.39 kg, 1.72 ± 0.07 m, BMI of 26.4 ± 2.77 kg / m2, baseline HR of 71.9 ± 5.67 bpm and physical activity ball 8.14 ± 1.84 (3-15). The PSE was 9.0 ± 2.38 (6-20) on the borg scale instead of G8000 and 10.6 ± 3.78 (6-20) when they ingested the placebo drink, with no statistically significant difference. SAT was significantly greater when making a G8000 supplementation suggestion than drinking a placebo drink. In the SOT and in the oxidative stress index obtained by the SOT relation by SAT were not found in the significant results. Conclusion: The previous supplement with 70g of grape concentrate G8000 presents to be a good choice in the antioxidant defense (SAT) of the organism. This positive modulation of the antioxidant defense is not reflected in a decrease in oxidative markers (SOT) and at the total oxidative stress index
Keywords Estresse oxidativo
Exercício intenso
Concentrado de uva
Oxidative stress
IIntense exercise
Grape concentrate
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2017-12-21
Published in OLIVEIRA JUNIOR, Roberto Rosa de. Efeitos da suplementação de concentrado de uva no estresse oxidativo em indivíduos não atletas em uma partida de futebol. 2017. 44 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2017.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 44 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53314

Show full item record




File

Name: ROBERTO OLIVEIRA JÚNIOR.pdf
Size: 1.187Mb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account