O efeito da música em diferentes intensidades: uma revisão

O efeito da música em diferentes intensidades: uma revisão

Author Araújo Júnior, Rinaldo Mendes de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Prado, Wagner Luiz do Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Todos os seres apresentam ritmicidade e musicalidade independentemente da sua cultura. Apesar de diferentes personalidades, a música se faz universal sob diversos estilos. Ao tocar uma simples nota ou um acorde, vários processos bioquímicos se interagem para uma resposta, a emoção. Pessoas utilizam da música para diversas funções como: realizar suas tarefas diárias, propaganda, motivação e até mesmo como uma arma de guerra, tanto para motivação quanto para tortura, ou seja, a música possui diversas potencialidades e respostas subjetivas para cada ser. Em nosso estudo, observaremos a música sob um olhar interventor do exercício. Sabe-se que a música age tanto em fatores psíquicos quanto fisiológicos. Esse trabalho de revisão vem a contribuir para um esclarecimento de qual é a melhor intensidade, música, ritmo, velocidade e condição física para se obter melhores resultados no exercício proposto. Para isso foi realizada uma pesquisa bibliográfica com artigos científicos selecionados através de bases eletrônicas (Science Direct, Biblioteca Virtual da Saúde e Pubmed) utilizando-se com os descritores ciência da saúde na língua inglesa. Os resultados (27 artigos) mostraram que a música tem relação com a intensidade, revelando que quanto maior a intensidade do esforço menor os efeitos da música, portanto músicas auto selecionadas apresentam melhoramento do humor em altas intensidades; condição do sujeito interfere diretamente onde o menos condicionado responde melhor ao exercício do que um indivíduo altamente treinado; sincronismos com a música mostraram que há um melhoramento na economia de corrida, tempo total de treino em exercícios submáximos. A música apresentou-se como uma forte aliada para adesão de pessoas que estão começando a prática regular de exercício físico, melhorando seu desempenho, humor, lazer e saúde com o exercício. Sugere-se mais estudos com intensidades vigorosas para averiguar este motivo mais profundamente e montar estratégias para um possível melhoramento entre exercício intenso e a música.

All beings present rhythmicity and musicality regardless of their culture. Despite different personalities, music becomes universal under different styles. By touching a single note or chord, several biochemical processes interact for an answer, emotion. People use music for various functions such as: performing their daily tasks, advertising, motivation and even as a war weapon, both for motivation and for torture, that is, music has several potentialities and subjective answers for each being. In our study, we will observe the music under the interventor look at the exercise. It is known that music acts on both psychic and physiological factors. This review work contributes to a clarification of the best intensity, music, rhythm, speed and physical condition to get better results in the proposed exercises. For this, the bibliographic research was carried out with selected scientific articles through electronic databases (Science Direct, Virtual Health Library and Pubmed) using the described health science in the English language. The results (27 articles) showed that the music is related to the intensity, revealing that the higher the intensity of the effort, lower the music effects. Therefore, self-selected songs presents mood enhancement at high intensities; Subject condition interferes directly where the less conditioned responds better to exercise than a highly trained individual; Synchronisms with the music showed that there is an improvement in the running economy, total training time in submaximal exercises. The music has presented it self as a strong ally for joining people who are beginning to practice regular exercises, improving their performance, mood, recreation and health through exercises. Further studies with vigorous intensities are suggested to ascertain this reason more deeply and top ut together strategies for a possible improvement between intense exercises and music.
Keywords Performance
Música
Exercício Físico
Music
Physical
Exercise
Performance
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2016-12-21
Published in ARAÚJO JÚNIOR, Rinaldo Mendes de. O efeito da música em diferentes intensidades: uma revisão. 2016. 51 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2016.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 51 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53296

Show full item record




File

Name: RINALDO ARAÚJO JÚNIOR.pdf
Size: 321.8Kb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account