Impacto do resfriamento no desempenho muscular e na percepção da fadiga

Impacto do resfriamento no desempenho muscular e na percepção da fadiga

Author Garcia, Renato de Araújo Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Azevedo, Paulo Henrique Silva Marques de Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Introdução: O aumento da temperatura corporal pode induzir à fadiga em indivíduos treinados e destreinados. O processo de resfriamento durante o exercício físico parece ser uma estratégia eficiente para a manutenção do desempenho físico. Objetivo: verificar se o resfriamento induz melhora do desempenho físico, e se diferentes locais de resfriamento promovem respostas distintas. Método: 9 homens com idade média de 25 anos, fizeram 4 séries de rosca bíceps em 3 sessões distintas (resfriamento na nuca, resfriamento local e controle), com 1 semana de intervalo entre as sessões. Foi verificado as repetições executadas a cada série e a Percepção Subjetiva de Esforço dos indivíduos. Resultado: O resfriamento Nuca se mostrou superior ao resfriamento local e ao controle quanto ao número de repetições totais. A Percepção Subjetiva de Esforço não foi diferente entre as intervenções. Conclusão: O resfriamento na Nuca foi mais efetivo e melhorou o desempenho físico no exercício proposto.

Introduction: Increased body temperature can induce fatigue in trained and untrained individuals. The cooling process during exercise appears to be an effective strategy for the maintenance of physical performance. Objective: To verify if the cooling induces enhancement of physical performance, and if different cooling sites promotes different responses. Method: 9 men with mean age of 25 years old did 4 biceps curl series in 3 different sessions (nape cooling, local cooling and control), with 1 week interval between sessions. It was verified the repetitions performed in each series and the individuals Subjective Perception of Effort. Result: The nape cooling was superior to the local cooling than control on the number of repetitions. The Rating of Perceived Exertion did not differ between the interventions. Conclusion: The nape cooling was more effective and improved physical performance in the proposed exercise
Keywords Dissipação de Calor
Repetições Máximas
Percepção de Esforço
Heat Dissipation
Repetition Maximum
Effort Perception
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2015-12-16
Published in GARCIA, Renato de Araújo. Impacto do resfriamento no desempenho muscular e na percepção da fadiga. 2015. 19 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2015.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 19 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53283

Show full item record




File

Name: RENATO GARCIA.PDF
Size: 228.7Kb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account