Efeitos do Treinamento Pliométrico Associado a Sprints Repetidos sobre Relação de Torque, Potência e Corrida de Velocidade em Atletas de Futsal Feminino

Efeitos do Treinamento Pliométrico Associado a Sprints Repetidos sobre Relação de Torque, Potência e Corrida de Velocidade em Atletas de Futsal Feminino

Author Verardo, Bruna Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Guerra, Ricardo Luís Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract A associação do treinamento pliométrico com sprints repetidos tem sido utilizada para maximizar a performance de atletas em algumas modalidades esportivas, porém as informações são incipientes se esta associação também é capaz de melhorar a relação de torque entre musculatura extensora e flexora de joelho, o que poderia prevenir o risco de lesões. Assim o objetivo deste trabalho foi analisar o efeito da realização de um treinamento pliométrico associado a sprints repetidos na relação de torque entre os músculos flexores e extensores do joelho, potência e tempo de corrida em atletas de futsal feminino. Este estudo caracteriza-se como experimental, quantitativo do tipo contínuo. Para tanto 12 atletas de futsal realizaram avaliações no Início e ao Final de um período de 8 semanas avaliando-se o pico de torque e relação isquiotibiais/quadríceps através do dinamômetro isocinético (Biodex™ Multi Joint System3 Pro) com protocolo de avaliação concêntrico/concêntrico bilateral, nas velocidades angularesde 60 e 180°/s, por 5 e 10 repetições cada, respectivamente. A potência foi medida por plataforma de força (EMG System, Brasil) por meio de Saltos contra-movimento e Squat Jump e a velocidade de 10 e 20 metros de corrida avaliada por fotocélulas (Brower® Timing TC, Utah, EUA). Todas as atletas realizaram treinamento técnico/tático 2 vezes por semana, com 60 minutos de duração cada, porém, o grupo Treinado (n=6) realizou treinamento pliométrico associado a sprints repetidos 2 vezes por semana. Os dados foram tabulados no Windows® Excel e tratados de acordo com estatística descritiva sendo que para verificação da normalidade utilizou-se o teste de Shapiro-Wilks´s. Para comparar diferenças entre os grupos foi utilizado o test de ANOVA two way seguido do Tukey's multiple comparisons test para as amostras dependentes sendo o nível de significância estipulado em de 5%, p≤0,05 (software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) (Windows 8, versão 21)). Não foi observado diferença entre os momentos e grupos nos testes de velocidade e saltos Squat Jump (SQ) e contra-movimento (CMJ), assim como, nas avaliações de torque, força e relação agonista/antagonista, nas velocidades de 60°/s em extensão e flexão, e 180°/s em extensão e flexão de ambas as pernas, exceto para o grupo controle quando comparado os momentos na flexão das pernas direita e esquerda a 180°/s. Conclui-se que o protocolo de treinamento pliométrico associado a sprints repetidos gera tendência à melhoras na potência muscular, tempo de corrida e relação de torque muscular entre os flexores e extensores de joelho, quando trabalhado concomitantemente ao treinamento técnico e tático. Contudo, parece ser necessário que haja um número maior de sessões de treinamento pliométrico para que se tenha resultados significativos.

The association of plyometric training with repeated sprints has been used to maximize the performance of athletes in some sports, but the information is incipient if this association is also able to improve the torque ratio between knee extensor and flexor muscles, which could prevent the risk of injury. Thus, the objective of this study was to analyze the effect of performing plyometric training associated with repeated sprints on the torque relationship between knee flexor and extensor muscles, power and running time in female futsal athletes. This study is characterized as experimental, quantitative continuous type. Twelve futsal athletes performed assessments at the beginning and end of an 8-week period, evaluating the peak torque and hamstring / quadriceps ratio using the isokinetic dynamometer (Biodex ™ Multi Joint System3 Pro) with a concentric / concentric evaluation protocol. bilaterally, at angular velocities of 60 and 180 ° / s, for 5 and 10 repetitions each, respectively. Power was measured by force platform (EMG System, Brazil) using Counter-Motion Jumps and Squat Jump and the 10- and 20-meter running speed assessed by photocells (Brower® Timing TC, Utah, USA). All athletes performed technical / tactical training twice a week, lasting 60 minutes each, but the Trained group (n = 6) performed plyometric training associated with repeated sprints twice a week. Data were tabulated in Windows® Excel and treated according to descriptive statistics. Shapiro-Wilks's test was used to verify normality. To compare differences between groups, the two-way ANOVA test was used followed by Tukey's multiple comparisons test for the dependent samples and the significance level was set at 5%, p≤0.05 (Statistical Package for the Social Sciences (SPSS)) (Windows 8, version 21)). No difference was observed between the moments and groups in the Squat Jump (SQ) and countermovement (CMJ) velocity and jumps tests, as well as in the torque, force and agonist / antagonist ratios at 60 ° / s. in extension and flexion, and 180 ° / s in extension and flexion of both legs, except for the control group when comparing the moments of right and left leg flexion at 180 ° / s. It can be concluded that the plyometric training protocol associated with repeated sprints tends to improve muscle power, running time and muscle torque ratio between knee flexors and extensors, when working concurrently with technical and tactical training. However, there seems to be a need for a greater number of plyometric training sessions for significant results.
Keywords Torque
Treinamento Físico
Futsal
Articulação do joelho
Torque
Physical training
Futsal
Knee joint
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2019-11-26
Published in VERARDO, Bruna Silva. Efeitos do Treinamento Pliométrico Associado a Sprints Repetidos sobre Relação de Torque, Potência e Corrida de Velocidade em Atletas de Futsal Feminino. 2019. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 44 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51978

Show full item record




File

Name: TCC_Bruna Verardo.pdf
Size: 2.622Mb
Format: PDF
Description: TCC Completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account