Efeito do treinamento físico aeróbico sobre os níveis de espécies reativas de oxigênio na aorta de ratas ovariectomizadas

Efeito do treinamento físico aeróbico sobre os níveis de espécies reativas de oxigênio na aorta de ratas ovariectomizadas

Author Sales, Daniele Correia de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Medeiros, Alessandra Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Sabe-se que a hipertensão arterial é uma doença multifatorial que atinge grande parte da população adulta, principalmente mulheres em idade mais avançada no período da pós-menopausa. Isso se deve a alterações relacionadas ao hipoestrogenismo. O hipoestrogenismo está relacionado com o surgimento do estresse oxidativo nos vasos sanguíneos e consequentemente promove o surgimento da disfunção endotelial, que por sua vez contribui para o desenvolvimento da hipertensão arterial. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do treinamento físico aeróbio sobre os níveis de espécies reativas de oxigênio na aorta de ratas ovariectomizadas. Métodos: Foram estudadas 40 ratas Wistar divididas em 4 grupos: controle sedentárias, controle treinadas, ovariectomizadas sedentárias e ovariectomizadas treinadas. Todas as ratas passaram pela cirurgia de ooforectomia bilateral, porém o grupo controle não teve seus ovários removidos. Após a cirurgia foram submetidas a um treinamento físico de intensidade moderada, uma hora por dia, cinco vezes por semana, durante oito semanas. Ao final desse período foram sacrificadas, a aorta foi retirada e congelada para análise das medidas de espécies reativas de oxigênio (EROs). Resultados: Ao final do período de experimento, pode-se observar que as ratas dos grupos ovariectomizados apresentaram maior quantidade de EROs (superóxido) na aorta, quando comparadas as ratas do grupo controle. No entanto, pode-se observar também que o treinamento físico aeróbico foi capaz de atenuar esse índice mesmo na condição de deficiência de estrogênio. Conclusão: O treinamento físico aeróbico foi capaz de atenuar o índice de EROs na aorta de ratas ovariectomizadas.

It is known that hypertension is a multifactorial disease that affects a large part of the adult population, especially in older women in the postmenopausal period. This is due to changes related to hypoestrogenism. Hypoestrogenism is associated with the onset of oxidative stress in the blood vessels and thereby promotes the appearance of endothelial dysfunction, which in turn contributes to the development of hypertension. Thus, the aim of this study was to evaluate the effect of aerobic exercise training on the levels of reactive oxygen species in ovariectomized rats. Methods:sedentary control, trained control, sedentary ovariectomized and ovariectomized trained: 40 Wistar rats were divided into 4 groups studied. All rats had surgery for bilateral oophorectomy, but the control group didnot have their ovaries removed. After surgery were subjected to physicaltraining of moderate intensity, one hour a day, five times a week for eight weeks. After this period were sacrificed, the aorta was removed and frozen for analysis of measures of reactive oxygen species (ROS). Results:At the end of the experiment, it can be observed that the rats ovariectomized animals showed ahigher amount of ROS (superoxide) in the aorta when compared to those of control rats. However, one can also observe that aerobic exercise training was able to reduce this rate even in the condition of estrogen deficiency. Conclusion:Aerobic exercise training was able to attenuate the rate of ROS in the aorta of ovariectomized rats
Keywords Espécies reativas de oxigênio
Menopausa
Disfunção endotelial
Reactive oxygen species
Menopause
Endothelial dysfunction
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2013-12-17
Published in SALES, Daniele Correia de. Efeito do treinamento físico aeróbico sobre os níveis de espécies reativas de oxigênio na aorta de ratas ovariectomizadas. 2013. 37 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2013.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 37 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51960

Show full item record




File

Name: DANIELE SALES.pdf
Size: 1.571Mb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account