Variáveis do treinamento e a prescrição de exercícios terapêuticos: uma revisão de literatura.

Variáveis do treinamento e a prescrição de exercícios terapêuticos: uma revisão de literatura.

Author Feliciano, Victor Antonio Farias Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Silva, Maria Stella Peccin da Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract O treinamento resistido e o treinamento de equilíbrio são comumente utilizados para melhora da performance e na recuperação fisioterapêutica. As principais variáveis modificáveis na prescrição individualizada desses tipos de exercício incluem: tipo do exercício, intensidade, volume, frequência, duração de cada repetição, intervalo entre os exercícios e intervalo entre as séries. Apesar de os textos base de referência na recuperação fisioterapêutica citarem as mesmas recomendações utilizadas para o treinamento de pessoas saudáveis, a qualidade metodológica dessas recomendações é questionável. Na última década, diversos estudos tentaram elucidar a manipulação ideal das variáveis do exercício para o treinamento de adultos saudáveis. Apesar disso, ainda existe grande variabilidade na escolha das variáveis do treinamento nos estudos para afecções musculoesqueléticas. É necessário sintetizar os resultados de estudos de alta qualidade metodológica para facilitar o uso da melhor evidência disponível na prescrição de exercícios terapêuticos. Objetivo: Sintetizar o que há de atual na literatura científica sobre as variáveis do treinamento utilizadas na prescrição de exercícios resistidos e exercícios para melhora do equilíbrio em adultos saudáveis. Método: Foi realizada busca nas bases de dados Cochrane, PubMed e PEDro no período de agosto de 2014 a agosto de 2019. Foram selecionados estudos na língua inglesa, de revisão sistemática (com ou sem metanálise) de ensaios clínicos focados em uma ou mais variáveis utilizadas na prescrição de exercícios resistidos ou de exercícios para melhora do equilíbrio em adultos saudáveis. Resultados: 14 revisões sistemáticas foram incluídas, sendo que 12 delas continham metanálise. Os resultados a respeito do treinamento resistido demonstram possibilidades de prescrição das variáveis do exercício diferentes daquelas encontradas nos textos de referência para o treinamento de indivíduos saudáveis e em recuperação fisioterapêutica. Já para o treino de equilíbrio, os resultados incluem uma relação dose-resposta entre as variáveis e a melhora do equilíbrio estático, assim como deixam claro a importância da especificidade para esse tipo de exercício. Conclusão: Os resultados confrontam as recomendações do American College of Sports Medicine de 2009, servindo como uma referência mais atualizada para consulta para a prescrição de exercícios terapêuticos. Apesar disso, devem ser interpretados com cautela, devido não apenas à diferença de populações, mas também à alta heterogeneidade e pequenas amostras dos estudos incluídos. Não foi possível comparar os achados com as revisões sistemáticas de reabilitação musculoesquelética, devido à má qualidade das descrições dos exercícios e das variáveis utilizadas nos estudos incluídos nessas revisões.

Resistance trainingand balance training are commonly used in performance enhancing but also in physical therapy recovery. The key modifiable variablesin exercise prescriptioninclude: type of exercise, intensity, volume, frequency, duration of each repetition, restinterval between exercises and rest between series. Although the basic literature for physical therapy rehabilitation referencethe same recommendationsused in healthy subjects training, the methodological quality of these recommendations is questionable. In the last decade, severalstudies triedto enlightenabout theidealmanipulation of exercise variables of healthy adults. Nevertheless, there isstill great variabilityin the choosing of the training variablesin studies usingtherapeutic exercises as an intervention for musculoskeletal disorders. Itisnecessaryto synthesize the results of high methodological quality studiesto facilitate the use of the best available evidence in therapeutic exerciseprescription. Purpose:Synthesize current scientific literature about training variables used in the prescription of resisted exercises and exercises that improve the balance in healthy adults. Methods:Cochrane, PubMed and PEDro databases were searched from August 2014 to August 2019, for English-written systematic reviews (with or without meta-analysis) of clinical trials focused on one or more variables used in the prescription of resisted exercises or exercises to improve balance in healthy adults. Results:14 systematic reviews were includedand12 of those alsoperformedmeta-analysis. The results regarding resisted training showed different possibilities for exercise variables prescription from those found in the reference text for training programs for healthy individualsand in physical therapy rehabilitation. The results on balance training included a dose-response relation between used variables and the improvement of the static balance, and alsomade clear the importance of specificity for this type of exercise. Conclusion:The results confront the recommendations of the American College of Sports Medicine of 2009, serving as an up-dated reference for consulting on therapeutic exerciseprescription. Despite that,these resultsshould be interpreted with caution due not onlyto the population difference but also to the high heterogeneity and small samplesizesof included studies. It was not possible to compare the findings with musculoskeletal disorders systematic reviews, due to bad quality reportingof the exercises and variables used in the studies included in the reviews
Keywords Exercício
Treinamento de resistência
Terapia por exercício
Equilíbrio postural
Revisão sistemática
Fisioterapia
Exercise
Resistance training
Exercise therapy
Postural balance
Systematic review
Physical therapy
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2019-11-26
Published in FELICIANO, Victor Antonio Farias. Variáveis do treinamento e a prescrição de exercícios terapêuticos: uma revisão de literatura. 2019. 48 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2019.
Knowledge area Promoção, prevenção e reabilitação em saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 48 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51734

Show full item record




File

Name: TCC Completo.pdf
Size: 575.8Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account