Percepção da qualidade de vida, aptidão física e nível de dor entre mulheres e homens idosos praticantes de voleibol adaptado

Percepção da qualidade de vida, aptidão física e nível de dor entre mulheres e homens idosos praticantes de voleibol adaptado

Author Garcia, Rafaela Maekawa Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Guerra, Ricardo Luís Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract O envelhecimento implica em mudanças e adaptações. Neste processo é possível que ocorram também alterações na percepção da qualidade vida e nível de dor. No entanto, a prática de exercícios ou de esportes tem sido recomendada, pois podem contribuir para manutenção e melhoria dessas condições. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar se haveriam diferenças na qualidade de vida, aptidão física, parâmetros antropométricos e níveis de dor entre mulheres e homens idosos praticantes de voleibol adaptado, assim como se haveriam diferenças dessas variáveis em decorrência do gênero. Foram avaliados 19 voluntários entre 60 e 80 anos de idade, distribuídos em 2 grupos, sendo: Grupo de Mulheres Idosas Praticante de Vôlei adaptado (GMPV n= 9) e o Grupo de Homens Idosos Praticante de Vôlei Adaptado (GHPV n= 10). Após a explicação sobre as condições éticas e consentimento dos voluntários, foi utilizada uma anamnese específica para o estudo seguido da aplicação do Questionário Internacional de Atividade Física – versão curta, questionário de percepção de Qualidade de Vida (SF-36), Escala Visual de Dor e Questionário de Dor de Mc Gill. Também foi realizado em um segundo momento avaliações antropométricas, de composição corporal e capacidades físicas (equilíbrio, agilidade, flexibilidade e força). Os dados foram tratados de acordo com estatística descritiva e para verificação da normalidade foi utilizado o teste de Shapiro-Wilks´s. Para comparar diferenças entre os grupos foi utilizado o teste t Student para as amostras independentes e o nível de significância foi estipulado em 5%, p≤0,05 (software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) (Windows 8, versão 21)). Como resultados observou-se que, como esperado, a grande maioria da variáveis de composição corporal, aptidão física e dados antropométricos, apresentaram diferenças significativas entre homens e mulheres. Além disso, mesmo tendo níveis de atividade física equivalentes (muito ativos) os dados sobre a percepção da qualidade de vida mostraram-se diferentes (melhor percepção para homens) para alguns domínios (capacidade física, vitalidade e limitações por aspectos emocionais) e para a média geral, oque não ocorreu em relação ao nível de dor. Concluiu se que, houve diferenças entre homens e mulheres (maiores valores para homens) em relação grande maioria dos parâmetros antropométricos, composição corporal, aptidão física e percepção de qualidade de vida, a não ser para nível de dor. Em relação as diferenças na percepção da qualidade de vida, estas podem ter ocorrido devido ao maior nível sócio econômico obtido pelos homens em relação às mulheres.

Aging implies changes and several adaptations. In this process it is possible that there are also changes in the perception of quality of life and level of pain. However, exercising and play sports has been recommended as they can contribute to the maintenance and improvement of these conditions. Thus, the aim of this study was to analyze whether there would be differences in quality of life, physical fitness, anthropometric parameters and pain levels among elderly women and men adapted volleyball players, as well as if there were differences of these variables due to gender. A total of 19 volunteers, aged 60 to 80 years old, were evaluated and divided into two groups: Group of Elderly Women Adapted Volleyball Players (GMPV n = 9) and Group of Elderly Men of Adapted Volleyball Players (GHPV n = 10). After an explanation of the ethical conditions and consent of the volunteers, a specific anamnesis was used for the study, followed by the International Physical Activity Questionnaire - short version, Quality of Life perception questionnaire (SF-36), Visual Pain Scale and McGill's Pain Questionnaire. Assessments of anthropometric, body composition and physical abilities (balance, agility, flexibility and strength) were also performed in a second moment. The data were treated according to descriptive statistics and for verification of normality, the Shapiro-Wilks's test was used. Student's t-test for independent samples was used to compare the differences between groups. The level of significance was set at 5%, p≤0.05 (SPSS) (Windows 8, version 21). As results, it was observed that, as expected, the great majority of the variables of body composition, physical fitness and anthropometric data, presented significant differences between men and women. In addition, even with similar levels of physical activity (very active), the data on the perception of quality of life were different (better perception for men) for some domains (physical capacity, vitality and limitations for emotional aspects) and for the mean, which did not occur in relation to the level of pain. It was concluded that there were differences between men and women (higher values for men) in relation to a great majority of anthropometric parameters, body composition, physical fitness and perception of quality of life, except for pain level. Regarding differences in the perception of quality of life, these may have occurred due to the higher socioeconomic status obtained by men in relation to women
Keywords Envelhecimento
Esporte
Aptidão física
Capacidade Funcional
Exercício Físico
Estilo de vida
Aging
Sport
Physical Fitness
Functional Capacity
Physical Exercise
Lifestyle
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2018-12-05
Published in GARCIA, Rafaela Maekawa. Percepção da qualidade de vida, aptidão física e nível de dor entre mulheres e homens idosos praticantes de voleibol adaptado. 2018. 54 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2018.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 54 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51630

Show full item record




File

Name: RAFAELA GARCIA.pdf
Size: 2.706Mb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account