A Rotatividade Na Carreira Dos Servidores Técnicos Administrativos Em Educação Da Unifesp

A Rotatividade Na Carreira Dos Servidores Técnicos Administrativos Em Educação Da Unifesp

Author Freitas, Samuel Rocha Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Azevedo, Marcia Carvalho De Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Gestão De Políticas E Organizações Públicas
Abstract This Study Approach The Causes Of Voluntary Staff Turnover Of The Technical-Administrative Career In Education That Effected Effective Turnover At Federal University Of São Paulo Between The Years Of 2013 And 2015. The Demographic Profiles Of These Civil Servant Were Investigated In Order To Identify The Main Causes For These Turnover And Still Verify By The Perception Of The Egressed Employees What Was The Feeling Regarding The Organizational Environment, Working Conditions And Training Opportunities The Civil Servant Resignation, If These Factors Had Any Influence On These Outputs. Telephone Interviews Were Conducted With Part Of The Sample Of This Universe Of Civil Servants. The Script Of The Interview Had Five Open Questions Aimed At Providing The Interviewee With An Exposition Of The Extrinsic And Intrinsic Factors That Affected Him At The Time Of The Resignation. The Interviewees' Statements Were Categorized For The Analysis Of These Data. From These Answers, ne can consider that university turnover has been occurring mainly due to the "Financial / Best Employment" reasons. The salary increase, and the structuring of the career in other organs are benefits that attract these professionals and has generated turnover in the university.

Este Estudo Aborda As Causas Da Rotatividade Voluntária Dos Servidores Da Carreira Técnicoadministrativo Em Educação Que Efetuaram Rotatividade Efetiva Voluntária Na Unifesp Entre Os Anos De 2013 E 2015. Foram Investigados Os Perfis Demográficos Desses Servidores Buscando Identificar As Principais Causas Para Essas Saídas E Foi Mapeada A Percepção Dos Servidores Egressos Em Relação Ao Clima Organizacional, As Condições De Trabalho, O Relacionamento Com A Chefia E Os Colegas De Trabalho, E As Oportunidades De Capacitação À Época Do Desligamento. Avaliou-Se Também A Influência Desses Fatore Na Forma De Desligamento Dos Servidores. Foi Feito Um Levantamento Em Bancos De Dados E Foram Realizadas Entrevistas Telefônicas Com Servidores De Se Desligaram Voluntariamente Da Instituição. O Roteiro Da Entrevista Contou Com Cinco Questões Abertas Visando Oportunizar Ao Entrevistado A Exposição Dos Fatores Extrínsecos E Intrínsecos Que O Afetaram À Época Do Desligamento. As falas dos entrevistados foram categorizadas para a realização da análise desses dados. A partir dessas respostas, pode-se considerar que a rotatividade na universidade vem ocorrendo principalmente pelos motivos “Financeiro/Melhor Emprego”. O incremento salarial, e a estruturação da carreira em outros órgãos são benefícios que atraem esses profissionais e tem gerado rotatividade na universidade.
Keywords Voluntary Turnover
Personnel Resignation
Higher Education Institution
Rotatividade Voluntária
Desligamento De Pessoal
Instituição Federal De Ensino
Language Portuguese
Date 2017-05-29
Research area Gestão De Políticas E Organizações Públicas
Knowledge area Políticas E Organizações Pública
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 93p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5626046
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50900

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account