Avaliação Do Impacto Do Uso De Mídias Digitais Em Estudantes Brasileiros De Graduação E Pós-Graduação: Uma Análise Exploratória

Avaliação Do Impacto Do Uso De Mídias Digitais Em Estudantes Brasileiros De Graduação E Pós-Graduação: Uma Análise Exploratória

Author Scatena, Adriana Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Avallone, Denise De Micheli Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Educação E Saúde Na Infância E Adolescência
Abstract Introduction. The use of different types of digital media has been increasing, especially due to new ways of communications in the society. However, the overuse of these media can lead to various health problems, such as repetitive motion injuries, the risk of accidents from inappropriate use, and emotional problems, such as mental and anxiety disorders. Regarding the latter, some authors have observed a strong association between Internet addiction (IA) and emotional changes, especially in Asian countries. In Brazil, there are few studies about IA and psychological problems. Goals. We aimed to evaluate the prevalence of IA and the profile of digital media use in college and postgraduate students. As a secondary objective, we also evaluated a possible association between IA and mental disorders, the perception of internet use of these students and the main predictors for IA. Method. In this study, 5,986 college and post-graduate students completed an online survey. We used a sociodemographic questionnaire and specific instruments such as Internet Addiction Test (IAT) and Depression Anxiety and Stress Scale (DASS-21). Regarding IAT, students were classified according to the score in the instrument in three possible groups: No-risk Users (NRU; N = 1948), Low-risk Users (LRU; N = 3402) and Risk and High-risk Users (RHU; N = 636). Results. We observed that 10.7% of the students were IA, and these individuals showed higher levels of depression, stress and anxiety (p<.001) in relation to the other groups. Regarding the behavior of smartphone use, the RHU group showed an average of 6.8 hours of use per day, and for all the media evaluated the individuals of these groups used a significantly longer time in relation to the other groups. In addition, several risk predictors were identified for IA, such as university type, number of children, and severity level for depression, anxiety and stress. Conclusion. The data in the present study may provide support for the development of health promotion and prevention programs for abusive use of digital / internet media.

Introdução. Nos dias atuais, o uso de diferentes tipos de mídias digitais tem se tornado um fenômeno cada vez mais recorrente, especialmente devido às novas maneiras de relacionamento na sociedade. Entretanto, seu uso excessivo pode levar a diversos problemas de saúde, como lesões por movimentos repetitivos, risco de acidentes a partir de uso inadequado e problemas emocionais, como os transtornos mentais e de ansiedade. Em relação a estes últimos, alguns autores observaram uma forte associação entre a dependência de internet (DI) e alterações emocionais, especialmente em países asiáticos. No Brasil, existem poucos estudos sobre este tema. Objetivos. Avaliar a prevalência de DI e o perfil de uso das mídias digitais em estudantes de graduação e pós-graduação. Como objetivo secundário, também pretendeu-se avaliar uma possível associação entre a DI e os transtornos mentais, a percepção de uso da internet destes estudantes e os principais preditores para DI. Método. Participaram deste estudo 5.986 estudantes de graduação e pós-graduação que preencheram um formulário online a partir de um questionário sociodemográfico e instrumentos específicos como o Internet Addiction Test (IAT) e o Depression Anxiety and Stress Scale (DASS-21). Em relação ao IAT, os estudantes foram classificados de acordo com a pontuação no instrumento em três possíveis grupos: Usuários Sem Risco (USR; N=1948), Usuários Baixo Risco (UBR; N=3402) e Usuários de Risco e Alto Risco (URAR; N=636). Resultados. Observou-se que 10,7% dos estudantes foram classificados com DI, sendo que estes indivíduos apresentaram maiores níveis de depressão, estresse e ansiedade (p<0,001) em relação aos demais grupos. Em relação ao comportamento de uso de smartphone, o grupo URAR apresentou uma média de 6,8 horas diárias de uso, sendo que para todas as mídias avaliadas os indivíduos destes grupos utilizaram um tempo significativamente maior em relação aos demais grupos. Além disso, foram detectados diversos preditores de risco para a DI, como o tipo de universidade, a quantidade de filhos, e o nível de gravidade para depressão, ansiedade e estresse. Conclusão. Os dados do presente estudo podem fornecer subsídios para o desenvolvimento de programas de promoção e prevenção de saúde voltados para o uso abusivo de mídias digitais/internet.
Keywords Internet Addiction
Students
Depression
Anxiety
Stress
Dependência De Internet
Estudantes
Depressão
Ansiedade
Estresse
Language Portuguese
Date 2017-07-05
Research area Questões Relacionadas À Infância E Adolescência Na Formação De Educadores E Profissionais Da Saúde
Knowledge area Educação E Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 36p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5056495
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50833

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account