Interfaces Do Processo De Adesão A Uma Terapia Interdisciplinar Da Obesidade

Interfaces Do Processo De Adesão A Uma Terapia Interdisciplinar Da Obesidade

Author Rebelo, Renata Astride Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Caranti, Danielle Arisa Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar Em Ciências Da Saúde
Abstract Introduction: Obesity is considered a serious public health problem with several harmful consequences. Its determination involves biological, psychological, cultural and social aspects, and, in this sense, interdisciplinary therapy has been widely indicated as an efficient approach. However, the adherence to the therapy is critical its success. Aim: To understand different factors operating in the adherence process to the interdisciplinary therapy of obesity offered by Group Study of Obesity (GEO - UNIFESP). Methodological design: Longitudinal study of the mixed approach. Quantitative information about quality of life (WHOQOL questionnaire), symptoms of depression (BDI questionnaire), perceived social support (MOS questionnaire) and anthropometric measurements (weight, BMI and waist circumference) were assessed at baseline and after therapy. Descriptive analysis was performed adopting significance value p ≤ 0.05. This information was deepened by participant observation. There was the development of field diaries which were analyzed based on Social Psychology and Qualitative Epistemology of González Rey. Results: 32 women and eight men from 30 to 50 years with a BMI between 30 and 39.9 Kg /m2 and residents of region of study were eligible for therapy. Of these, 17 women and four men completed the program. Diaries analysis suggested the development of a more active stance regarding the care of themselves, showing changes in relation to physical activity, nutrition and subjective aspects and emotional. These changes were also observed by increasing of quality of life scores and social support, as well as decreasing (61.73%) in depressive symptoms. There were also significant improvements in anthropometric measurements. Final Thoughts: The therapy led to an improvement of health objective parameters and allowed for meaningful production related to the development of active participation. The results contribute to the understanding of the potentialities and difficulties of the adherence process in context of this form of obesity care.

Introdução: A obesidade é considerada um grave problema de saúde pública com diversas consequências danosas. Em sua determinação estão envolvidos aspectos biológicos, psicológicos, culturais e sociais e nesse sentido, a terapia interdisciplinar tem sido amplamente indicada como uma abordagem eficiente. Contudo, a adesão à terapia, fundamental para seu êxito, é uma questão crítica. Objetivo: Compreender e avaliar diferentes aspectos envolvidos no processo de adesão no contexto da terapia interdisciplinar proposta a adultos obesos pelo Grupo de Estudos da Obesidade (GEO – UNIFESP). Desenho metodológico: Estudo de intervenção, longitudinal de abordagem mista. As informações quantitativas sobre a qualidade de vida (questionário WHOQOL), sintomas de depressão (questionário BDI), percepção de apoio social (questionário MOS) e medidas antropométricas (massa corporal, IMC e perímetro abdominal) foram avaliadas pré e pós-terapia. Realizou-se análise descritiva, adotando valor de significância p ≤ 0,05. Tais informações foram aprofundadas pela abordagem qualitativa por meio da observação participante. Houve a produção de diários de campo que foram analisados à luz da Psicologia Social e da Epistemologia Qualitativa de González Rey. Resultados: 32 mulheres e oito homens de 30 a 50 anos, com IMC entre 30 e 39,9 Kg/m2 residentes da região do estudo foram elegíveis para a terapia. Concluíram o programa 17 mulheres e quatro homens. A análise dos diários sugeriu o desenvolvimento de uma postura mais ativa no cuidado de si entre os participantes concluintes, sendo evidenciada por mudanças na relação com a atividade física, com a alimentação e em aspectos subjetivos e emocionais. Os efeitos dessas transformações repercutiram no aumento dos escores de qualidade de vida, de apoio social e na diminuição (61,73%) de sintomas depressivos. Também houve melhoras significativas nas medidas antropométricas avaliadas. Considerações finais: A terapia interdisciplinar propiciou melhora de parâmetros objetivos de saúde e propiciou produções de sentido relacionadas ao desenvolvimento de participações ativas. Os resultados contribuem para a compreensão de potencialidades e dificuldades do processo de adesão no contexto dessa forma de cuidado na obesidade.
Keywords Interdisciplinary Therapy
Obesity
Public Health
Obesidade
Saúde Pública
Terapia Interdisciplinar
Language Portuguese
Date 2017-04-24
Research area Ciências Humanas, Sociais E Saúde
Knowledge area Promoção, Prevenção E Reabilitação Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 121p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5020672
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50333

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account