Bevacizumab for ocular neovascular diseases: a systematic review

Bevacizumab for ocular neovascular diseases: a systematic review

Título alternativo Bevacizumabe para doenças oculares neovasculares: revisão sistemática
Autor Andriolo, Regis Bruni Autor UNIFESP Google Scholar
Puga, Maria Eduarda dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Atallah, Álvaro Nagib Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Brazilian Cochrane Center
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVE: Many eye diseases involve increased local levels of vascular endothelial growth factor (VEGF), and there are several therapeutic strategies for them. Thus, the aim of this study was to evaluate the effectiveness and safety of bevacizumab for treating eye diseases involving increased local levels of VEGF, as the assumed pathophysiological mechanism. DATA SOURCES: The following databases were systematically searched for evidence: PubMed, CENTRAL (Cochrane Library), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) and reference lists, without language restrictions. Only randomized controlled trials were included. The primary outcome of interest was visual acuity, irrespective of the evaluation method. DATA SYNTHESIS: A total of 667 eyes in nine randomized trials were included. Meta-analysis showed that the proportion of patients with age-related macular degeneration who presented improvements from baseline regarding best-corrected visual acuity was higher among those treated with bevacizumab than among those in the photodynamic therapy group (risk ratio, RR, 0.49; 95% confidence interval, CI, 0.31 to 0.78; P = 0.01). CONCLUSIONS: The evidence available demonstrates that bevacizumab alone or combined with other treatments is more effective than other options, including photodynamic therapy, focal photocoagulation and triamcinolone. The use of bevacizumab instead of photodynamic therapy could reduce treatment costs by more than 99% and could significantly increase access to treatment. However, long-term studies are still needed in order to reduce uncertainty concerning the safety of this medication for all ocular neovascular diseases in which bevacizumab has the potential to improve visual acuity.

CONTEXTO E OBJETIVOS: Muitas doenças oculares envolvem o aumento dos níveis locais de fator de crescimento do endotélio vascular (FCEV), uma diversidade de estratégias terapêuticas para tais condições. Assim, o objetivo do presente estudo é avaliar a efetividade e a segurança de bevacizumabe para o tratamento de pacientes com doença ocular que envolva o aumento dos níveis locais de FCEV, como mecanismo patofisiológico assumido. FONTE DAS INFORMAÇÕES: Foi realizada busca sistemática pelas evidências disponíveis nas seguintes bases de dados da eletrônicas: PubMed, CENTRAL (The Cochrane Library), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs), além de referências bibliográficas de estudos relevantes, sem restrições de língua. Foram incluídos apenas ensaios controlados e aleatórios. Acuidade visual, independentemente do método de avaliação, foi considerada o desfecho primário de interesse. SÍNTESE DOS DADOS: Foi incluído um total de 667 olhos testados em nove ensaios clínicos aleatórios. A metanálise demonstrou que a proporção de pacientes com degeneração macular relacionada à idade que melhoraram a acuidade visual foi maior entre os tratados com bevacizumabe do que entre os pacientes em terapia fotodinâmica (risco relativo [RR] 0.49, 95% intervalo de confiança [IC] 0,31 a 0,78, P = 0,01). CONCLUSÕES: A evidência disponível demonstra que bevacizumabe isolado ou combinado com outras terapias é mais eficaz que terapia fotodinâmica, fotocoagulação focal e triancinolona. O uso de bevacizumabe em vez da terapia fotodinâmica poderia reduzir os custos do tratamento em mais de 99% e aumentar significativamente o acesso ao tratamento. Entretanto, o aspecto de segurança do fármaco ainda necessita ser avaliado por estudos em longo prazo com todas as doenças neovasculares em que bevacizumabe tenha o potencial de melhorar acuidade visual.
Assunto Angiogenesis inhibitors
Retinal neovascularization
Corneal angiogenesis
Macular degeneration
Review
Inibidores da angiogênese
Neovascularização retiniana
Neovascularização da córnea
Degeneração macular
Revisão
Idioma Inglês
Data 2009-05-01
Publicado em ANDRIOLO, Regis Bruni et al . Bevacizumab for ocular neovascular diseases: a systematic review. Sao Paulo Med. J., São Paulo , v. 127, n. 2, p. 84-91, maio 2009
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 84-91
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802009000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000267899500006
SciELO S1516-31802009000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5003

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-31802009000200006.pdf
Tamanho: 364.9Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)