Avaliação da vulnerabilidade natural do aquífero na área de influência da Refinaria de Capuava (RECAP) no município de Mauá – SP utilizando método DRASTIC e geoprocessamento

Avaliação da vulnerabilidade natural do aquífero na área de influência da Refinaria de Capuava (RECAP) no município de Mauá – SP utilizando método DRASTIC e geoprocessamento

Author Tonholli, Amanda Carolina Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Soares Júnior, Adilson Viana Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract A intensa industrialização nas regiões metropolitanas é responsável em grande parte pela contaminação das águas subterrâneas, devido principalmente ao descarte de efluentes e resíduos industriais, bem como pelo derramamento ou vazamento de químicos industriais. Visto isso, planos de gerenciamento ambiental têm utilizado cada vez mais o Sistema de Informação Geográfica (SIG) como ferramenta estratégica em programas de monitoramento da qualidade das águas subterrâneas. Desta forma, o presente trabalho buscou elaborar um Mapa de Vulnerabilidade do Aquífero na área Tancagem Inferior da Refinaria de Capuava (RECAP) a partir da interpolação dos dados correspondentes a cada parâmetro do método DRASTIC, sendo posteriormente manipulados com ferramentas de geoprocessamento. Foram utilizados dados obtidos na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), imagens de radar (Shuttle Radar Topography Mission – SRTM) e o software Surfer, Global Mapper e QGIS. Os fatores profundidade do topo do aquífero, recarga, material do aquífero, tipo de material do solo, topografia, material da zona vadosa e condutividade hidráulica condicionam o grau de vulnerabilidade natural do aquífero à contaminação. Foi criado um mapa para cada fator, onde foi atribuído um peso variando de 1 a 5. O mapa de vulnerabilidade foi elaborado a partir da soma dos mapas dos fatores condicionantes e os resultados foram classificados em quatro classes: Baixo, Moderado, Alto e Muito Alto. A partir do mapa de vulnerabilidade do aquífero foram apresentados em maior grau áreas com moderado potencial de contaminação (valores entre 100 e 115), seguido por áreas com baixa suscetibilidade (valores entre 85 e 100), áreas com alto potencial de contaminação (valores entre 115 e 130) e por último, áreas classificadas com vulnerabilidade muito alta (valores superiores a 130).
Keywords Mapa de vulnerabilidade
Sistema de informação geográfica
Contaminação
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Diadema
Language Portuguese
Date 2018
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 82 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49835

Show full item record




File

Name: Amanda Carolina Tonholli.pdf
Size: 2.842Mb
Format: PDF
Description: Artigo principal
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account