O ser docente e o tempo: relação entre o tempo de docência e os processos de prazer e sofrimento no trabalho do professor da Secretaria Municipal de Educação de Santos

O ser docente e o tempo: relação entre o tempo de docência e os processos de prazer e sofrimento no trabalho do professor da Secretaria Municipal de Educação de Santos

Autor Marques, Ana Cláudia Sierra Google Scholar
Orientador Lima, Laura Câmara Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde
Resumo The main environment of the teaching practice is the school, where this study is built. The studies investigate the relation between the career time and the processes of sufferings and pleasure of the teachers, besides a certain analysis of the occupational stress generated, going into the aspects related to the work organization and the teaching career. Working with the richness of the field of Work - related Mental Health, the research is based on the conceptual framework of Stress Theory and Burnout, but includes the proposition of constructs created from the concepts of pleasure and suffering, extracted from the psychodynamic theory of job. The aim of this research is to find grounds for the construction of action / reflection in favor of the professional exercise, as well as to deal with the teaching being, in face of the demands of the work organization, the experiences lived during the career, and the relations of these factors with the perceptions Of stress, suffering and pleasure at work expressed by the subjects. It is a field study, descriptive, transversal, articulating quantitative and comprehensive-interpretative methods. The procedure was the direct request of information to teachers of the Department of Education of Santos, in teaching activity, about the hypothesis, which affirmed, the longer the career time, the greater the suffering and the stress. The data collection was done with a selfadministered questionnaire, created for this purpose, containing 32 direct questions, 24 of which were multiple choice and 8 were open. The topics discussed are related to the main variable, teaching career time, as well as recognition, appreciation, pleasure and suffering at work. In two questions, the technique of free association of words, differential of the instrument was used because it places the subject in a more subjective reflection in the contact with the motives and feelings in relation to his profession. The non-probabilistic sample consisted of 115 teachers who accepted an invitation to participate in the study, after approval of the Education Department of Santos. Data were analyzed from relative frequencies and inferential analyzes. The degree of suffering and pleasure were measured on a scale of 0 to 10, and presented complementary means: 4.42 for the degree of suffering and 6.76 for the degree of pleasure. Another highlight is the words expressed by the subjects, where dedication, commitment, fulfillment, vocation, love, fatigue, which formed the clouds of words, an analyzer of frequencies. The final product, was conceived and created, from the results, with a playful character. It is a game that can be used with the teachers, in a itinerant way in the spaces of permanent education, enabling the work with the questions raised in this research on the teaching career. It seeks to bring lightness to work, even dealing with the experiences associated with career time and the experiences of pleasure and suffering at work. This initiative aims to contribute to the well-being of teachers and so that the municipality can become a reference in the treatment of the theme.

O principal ambiente da prática docente é a escola, local onde é construído este estudo. Os estudos investigam a relação entre o tempo de carreira e os processos de sofrimentos e prazer dos professores, além de uma certa análise do estresse ocupacional gerado, adentrando aos aspectos relacionados à organização do trabalho e à carreira docente. Dialogando com a riqueza do campo da Saúde Mental Relacionada ao Trabalho, a pesquisa é fundamentada pelo quadro conceitual da Teoria do Estresse e do Burnout, mas inclui a proposição de constructos criados a partir dos conceitos de prazer e de sofrimento, extraídos da teoria psicodinâmica do trabalho. O objetivo desta pesquisa é encontrar fundamentos para a construção de ação/reflexão em favor do exercício profissional, além de tratar do ser docente, diante das exigências da organização do trabalho, das experiências vividas durante a carreira, e das relações desses fatores com as percepções de estresse, sofrimento e prazer no trabalho expressas pelos sujeitos. Trata-se de estudo de campo, descritivo, transversal, articulando métodos quantitativos e compreensivointerpretativos. O procedimento foi a solicitação direta de informações a professores da Secretaria de Educação de Santos, em atividade docente, acerca da hipótese, que afirmava, quanto maior o tempo de carreira, tanto maior o sofrimento e o estresse. A coleta de dados se deu com um questionário autoaplicado, criado para esse fim, contendo 32 questões diretas, sendo 24 de múltipla escolha e 8 abertas. Os temas tratados são relativos à principal variável, tempo de carreira docente, bem como o reconhecimento, valorização, prazer e sofrimento no trabalho. Em duas questões foi utilizada a técnica de associação livre de palavras, diferencial do instrumento pois coloca o sujeito numa reflexão mais subjetiva no contato com os motivos e sentimentos em relação à sua profissão. A amostra não probalística foi composta de 115 professores que aceitaram convite para participar do estudo, após aprovação da Secretaria de Educação de Santos. Os dados foram analisados a partir de frequências relativas e análises inferenciais. O grau de sofrimento e de prazer foram medidos numa escala de 0 a 10, e apresentaram médias complementares: 4,42 para o grau de sofrimento e 6,76 para o grau de prazer. Outro dado a destacar são as palavras expressas pelos sujeitos, onde dedicação, compromisso, realização, vocação, amor, cansaço, que formaram as nuvens de palavras, recurso analisador das frequências. O produto final, foi concebido e criado, a partir dos resultados, com caráter lúdico. Trata-se de um jogo, que possa ser utilizado com os professores, de forma itinerante nos espaços de educação permanente, viabilizando o trabalho com as questões levantadas nessa investigação sobre a carreira docente. Busca trazer leveza ao trabalho, mesmo tratando das vivências associadas ao tempo de carreira e às experiências de prazer e sofrimento no trabalho. Essa iniciativa objetiva contribuir para o bem-estar dos professores e para que o município possa tornar-se uma referência no tratamento do tema.
Assunto occupational stress
worker's health
permanent education
teacher
career
estresse
saúde do trabalhador
educação permanente
docente
carreira
Idioma Português
Data 2017
Publicado em MARQUES, Ana Cláudia Sierra. O ser docente e o tempo: relação entre o tempo de docência e os processos de prazer e sofrimento no trabalho do professor da Secretaria Municipal de Educação de Santos. 2017. 125f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Campus Baixada Santista, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.
Linha de pesquisa Ensino
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 125f.
Fonte http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/040_bx_dissertacao_ana_marques.pdf
Direito de acesso Acesso Aberto
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49103

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)