Relação entre estilos parentais, violência comunitária e uso do álcool entre adolescentes da escola pública

Relação entre estilos parentais, violência comunitária e uso do álcool entre adolescentes da escola pública

Autor Poffal, Ana Lucia Moraes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Avallone, Denise de Micheli Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Educação e Saúde na Infância e Adolescência
Resumo O crescente aumento da exposição dos adolescentes à violência comunitária – agressões, homicídios, estupros, assaltos e drogas – acarreta alterações fisiológicas, psicológicas, comportamentais e sociais. Da mesma maneira, estudos epidemiológicos apontam a bebida alcoólica como a substância mais consumida por essa população, situação preocupante não só no Brasil como em todos os países. A associação da exposição à violência comunitária ao consumo do álcool desencadeia comportamentos violentos, envolvimento em brigas, acidentes, violência sexual, baixo rendimento acadêmico, homicídios e aumento do comportamento de risco, como a atividade sexual sem o uso de preservativos. Os estilos parentais têm se configurado fatores de risco e/ou proteção dentro desse contexto em que o adolescente está inserido, no enfrentamento da violência associada ao consumo de álcool. Esta pesquisa preocupou-se em verificar a prevalência da violência comunitária e o uso de álcool entre os adolescentes da escola pública, identificando os estilos parentais, sob a ótica dos participantes. A amostra da pesquisa foi composta por 1.316 adolescentes matriculados regularmente em oito escolas públicas. Por meio do método quantitativo, na coleta dos dados foram utilizados três instrumentos: 1 – Triagem da exposição de crianças à violência na comunidade; 2 – Escala de exigência e responsividade; 3 – Drug use screening inventory (DUSI-R). Os resultados indicaram que pais ou responsáveis com alta exigência e alta responsividade são fatores protetivos de seus filhos, quando expostos à violência associada ao consumo de álcool. Diante dos fenômenos explanados, acredita-se que a pesquisa possa contribuir proporcionando reflexões e fomentando estratégias preventivas, de modo a envolver as esferas familiar e escolar, bem como a comunidade com o intuito de conscientiza-las dos malefícios e amenizar as consequências da exposição à violência e o consumo de bebidas alcoólicas.
Assunto Violência comunitária
Adolescente
Estilos parentais
Uso do álcool
Relações familiares
Idioma Português
Data 2013-10-09
Publicado em POFFAL, Ana Lucia Moraes. Relação entre estilos parentais, violência comunitária e uso do álcool entre adolescentes da escola pública. 2013. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2013.
Linha de pesquisa Ensino
Área de concentração Multidisciplinar
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 77 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=89867
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49033

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Dissertação PDF Ana Poffal.pdf
Tamanho: 840.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)