Da igreja ao museu afro Brasil: significados da obra de jesuíno do monte carmelo

Da igreja ao museu afro Brasil: significados da obra de jesuíno do monte carmelo

Author Casellato, Stefanie Fanelli Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Brandao, Angela Brandao Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program História da Arte
Abstract Working at the cities of Santos, Itu and São Paulo between the end of the XVIII century and the beginning of the XIX?s, Jesuíno Francisco de Paula Gusmão (1764-1819), better known as Priest Jesuíno do Monte Carmelo, has produced a great diversity of works of art, from paintings to music compositions. The artistic legacy of this painter was rescued and claimed by Mário de Andrade at the first half of the XX century, through studies that have culminated in a complete biography, containing an inventory of art works. In his analysis, Mário de Andrade adopts a psychological model of interpretation, by crediting the characteristics of Jesuino?s work to a supposed conflictive personality caused by his condition as a black person. Based on that, the studies about this artist have received recent contributions, being possible to observe the continuity of Mario de Andrade?s perspective in the actual history of art and in the discourse of museological institutions as Museu Afro Brasil. This research intend to identify this continuity, by pointing its advances and limits, and proposing new perspectives of analysis that might be able to contribute to the construction of a renewed understanding of Priest Jesuíno?s work.

Atuando nas cidades de Santos, Itu e São Paulo entre o final do século XVIII e o início do século XIX, Jesuíno Francisco de Paula Gusmão (1764-1819), mais conhecido como padre Jesuíno do Monte Carmelo, produziu grande diversidade de obras, que vão de pinturas a composições musicais. O legado artístico deste pintor santista foi resgatado e reivindicado por Mário de Andrade na primeira metade do século XX, através de estudos realizados pelo modernista que culminaram na escrita de uma biografia completa, contendo um inventário das obras do artista. Em sua análise, o crítico modernista adota um modelo psicológico de interpretação, creditando as características da obra de Jesuíno a uma suposta personalidade conflituosa frente a sua condição étnica de negro/mestiço. A partir deste marco, os estudos sobre o artista receberam recentes contribuições, sendo possível observar uma continuidade da perspectiva analítica de Mário de Andrade na atual historiografia da arte e no discurso de instituições museológicas, como o Museu Afro Brasil. Esta pesquisa tem como objetivo identificar esta linha de continuidade, indicando seus avanços e limites, e propondo novas perspectivas de análise que contribuam com a construção de uma renovada compreensão da obra do artista.
Keywords padre Jesuíno do Monte Carmelo
arte afro-brasileira
pintura colonial paulista
Mário de Andrade
museu afro brasil
Language Portuguese
Date 2016-09-21
Published in CASELLATO, Stefanie Fanelli. Da igreja ao museu afro Brasil: significados da obra de jesuíno do monte carmelo. 2016. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2016.
Research area Artes
Knowledge area Lingüística, letras e artes
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4106066
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48782

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account