Efeito da terapia interdisciplinar no controle neuroendócrino da ingestão alimentar, marcadores inflamatórios e sintomas depressivos em mulheres obesas

Efeito da terapia interdisciplinar no controle neuroendócrino da ingestão alimentar, marcadores inflamatórios e sintomas depressivos em mulheres obesas

Autor Moraes, Amanda dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Caranti, Danielle Arisa Caranti Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Resumo Background: Obesity and depression are growing exponentially in recent years , and consequently the rate of morbidities and mortalities associated . Based on this assumption , we are faced with the complexity to intervene in obesity and depressive symptoms in order to promote change in lifestyle . Objective: To evaluate the effects of interdisciplinary therapy in the neuroendocrine control of food intake , inflammatory markers and depressive symptoms in obese women . Methods : A total of 47 obese women ( 43.32 ± 5.82 years , 34.86 ± 3.08 kg/m2 ) , aged between 30 and 50 years and BMI between 30 and 40 kg / m² , participated in therapy interdisciplinary change of lifestyle , consisted of nutritional counseling , exercise and psychological therapy for a period of 36 weeks. Results: After long-term therapy , a significant reduction in body mass ( Δ -5.36 kg ) , BMI ( Δ -2.01 kg/m2 ) waist circumference ( Δ -9.09 cm ) , hip circumference ( Δ -5.03 cm ) , thigh circumference ( Δ -5.07 cm ) . There was a significant improvement in body composition , with an increase in fat-free mass ( Δ 1.60 % ) and reduction of body fat ( Δ -3.74 kg ) . The proposed therapy also demonstrated an improvement in the quality of depression scores ( Δ -6.63 ) , anxiety ( Δ -4.07 ) , body image ( Δ -25.25 ) , and binge eating ( Δ -5, 25 ) . A significant reduction in serum leptin ( Δ -15.62 ng / mL ) . Discussion : The interdisciplinary therapy was effective in promoting physical and psychological changes , a fact that reinforces the use of this model as a viable clinical strategy for the treatment of obesity . Conclusion: interdisciplinary therapy performed well as obesity treatment strategy. Positive effects were observed in physical and psychological parameters, feeding behavior and improving the quality of life in the study volunteers.

Introdução: A obesidade e a depressão estão crescendo exponencialmente nestes últimos anos, e consequentemente o índice de morbidades e mortalidades associadas. Com base nesse pressuposto, nos deparamos com a complexidade para intervir na obesidade e no s sintomas depressivos de modo a promover mudança no estilo de vida. Objetivo: Avaliar os efeitos da terapia interdisciplinar no controle neuroendócrino da ingestão alimentar, marcadores inflamatórios e sintomas depressivos em mulheres obesas. Métodos: Um total de 47 mulheres obesas (43,32 ± 5,82 anos; 34,86 ± 3,08 Kg/m2), com idade entre 30 e 50 anos e IMC entre 30 e 40 Kg/m², participou de terapia interdisciplinar de mudança de estilo de vida, consistida de orientação nutricional, exercícios físicos e terapia psicológica, durante um período de 36 semanas. Resultados: Após terapia de longo prazo, houve redução significante na massa corporal (Δ -5,36 Kg), IMC (Δ -2,01 Kg/m 2 ) perímetro abdominal (Δ -9,09 cm), perímetro do quadril (Δ -5,03cm), perímetro da coxa (Δ -5,07cm). Verificou-se uma melhora significante na composição corporal, com um aumento da massa livre de gordura (Δ 1,60 %) e redução da gordura corporal (Δ -3,74 Kg). A terapia proposta demonstrou também uma melhora na qualidade dos escores de depressão (Δ -6,63), de ansiedade (Δ -4,07), de imagem corporal (Δ -25,25), e de compulsão alimentar (Δ -5,25). Houve redução significante nos níveis séricos de leptina (Δ -15,62 ng/mL). Discussão: O modelo de terapia interdisciplinar foi capaz de proporcionar benefícios físicos e psicológicos, tanto na perda de peso quanto nas comorbidades da obesidade, fato este que reforça a utilização deste modelo como uma estratégia clínica viável para o tratamento da obesidade.
Assunto obesidade
controle da ingestão alimentar
inflamação
depressão
interdisciplinaridade
Idioma Português
Data 2014-02-26
Publicado em MORAES, Amanda dos Santos. Efeito da terapia interdisciplinar no controle neuroendócrino da ingestão alimentar, marcadores inflamatórios e sintomas depressivos em mulheres obesas. 2014. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2014.
Linha de pesquisa Interdisciplinar
Área de concentração Multidisciplinar
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=515466
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48752

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)