Dieta hiperlipídica materna durante a lactação: avaliação neurodesenvolvimental e morfocomportamental da prole

Dieta hiperlipídica materna durante a lactação: avaliação neurodesenvolvimental e morfocomportamental da prole

Author Giriko, Catherine Assuka Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Silva, Alexandre Valotta da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract The maternal exposure to high fat diet (HFD) during the pregnancy and breastfeeding have been considered an important inducer of fetal programming, both in animals and in humans, and may cause damage to development of the nervous system of offspring. Thus, in the present study we investigated the somatic and sensory-motor development of the rat offspring from dams fed a HFD (22% fat) or dams fed a Control Diet (CD - 4 % fat), during the pregnancy (P) or lactation (L). Indicators of the body growth (body weight, head and lengths axes), physical maturation (ear unfolding, auditory conduit opening, eruption of the incisors and eyes opening) and reflex ontogeny (palm grasp, righting, vibrissa placing, cliff avoidance, negative geotaxis, auditory startle response and free-fall righting) were evaluated. Offspring of dams fed a HFD showed reduce weight and growth body. All indicators of the physical maturation were delayed in the neonates from dams fed a HFD. In addition, both offspring-HFD showed delay in the maturation of the reflexes, such as, vibrissa placing, auditory startle response, free-fall righting. The palm grasp and negative geotaxis reflexes were delayed neonates HFD-P and HFD-L, respectively. Our findings suggest that maternal HFD during P or L, critical periods for the fetal or infant brain development, damage somatic growth and the sensorymotor development of the offspring, possibly increasing the risk of pathological disorders in the later life.

A manipulação nutricional durante os períodos de gestação e/ou lactação, pode causar alterações morfofuncionais ao crescimento/desenvolvimento do sistema nervoso, sendo considerada importante indutor do “programming”. Assim, o presente estudo objetivou investigar eventuais alterações: no desenvolvimento somático (peso corporal, eixo longitudinal (EL) e eixos cranianos látero-lateral (ELLC) e ântero-posterior (EAPC)); na maturação de características físicas (dia da abertura do conduto auditivo (ACA) e dos olhos (AO) e da erupção dos dentes incisivos (EI)) e no desenvolvimento sensório-motor (análise dos reflexos de preensão palmar (PP), colocação pelas vibrissas (CV), geotaxia negativa (GN), resposta ao susto (RS) e na aceleração (AC)) em ratos neonatos amamentados por ratas alimentadas com dietas controle (DC) ou hiperlipídica (DHL) durante o período de lactação (1º ao 21º dia pós-natal). Aos 60 e 90 dias, os filhotes foram submetidos aos modelos experimentais de depressão e agressividade, através dos testes comportamentais de nado forçado e choque nas patas, respectivamente. Após o término dos testes comportamentais, os animais foram perfundidos, os encéfalos retirados da caixa craniana e aferiu-se: os eixos encefálicos látero-lateral (ELLE) e ântero-posterior nos hemisférios direito (EAPE HD) e esquerdo (EAPE HE). Uma em cada três fatias foi corada pelo método de Nissl como controle citoarquitetônico para avaliação morfométrica (área em m2, diâmetros máximo, médio e mínimo e perímetro, todos em m) dos neurônios do núcleo dorsal da rafe. Os resultados demonstraram que a prole amamentada por ratas com dieta hiperlipídica apresentaram: 1º) déficit de peso corporal no período da lactação (p=0,001) e aumento do peso corporal na fase adulta (p=0,032); 2º) redução dos EL, ELLC e EAPC (p=0,001); 3º) atraso na maturação das característica físicas, tais como ACA (p=0,001), AO (p=0,001) e EI (p=0,001) e 4º) retardo no aparecimento dos reflexos de CV (p=0,001), GN (p=0,001, RS (p=0,001) e AC (p=0,001). Os reflexos de PP, RD e AP não apresentaram alterações significantes. O tempo de natação foi menor no grupo DHL quando comparado aos animais controles (p= 0,034). As latências das respostas agressivas foram maiores no grupo DHL em relação ao controle (p= 0,024). Não houveram diferenças significativas na avaliação morfométrica dos neurônios dos núcleos da rafe entre os grupos experimentais.Esses dados reforçam a importância da nutrição materna durante períodos críticos do desenvolvimento e sugerem que uma alimentação rica em gorduras na lactação pode proporcionar retardos no desenvolvimento somático e sensório-motor dos descendentes, assim como maior propensão ao comportamento depressivo e agressivo na vida adulta dos mesmos.
Keywords dieta hiperlipídica
lactação
desenvolvimento sensório motor
comportamento emocional
Language Portuguese
Date 2013-02-27
Published in GIRIKO, Catherine Assuka. Dieta hiperlipídica materna durante a lactação: avaliação neurodesenvolvimental e morfocomportamental da prole. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2013.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 90 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=98526
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48345

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account