Afastamento do trabalho por lombalgia crônica: impactos na funcionalidade e o retorno ao trabalho

Afastamento do trabalho por lombalgia crônica: impactos na funcionalidade e o retorno ao trabalho

Author Ramos, Maria do Carmo Vitorio Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Alencar, Maria Do Carmo Baracho de Alencar Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Low back pain has an impact on the workers, often leading to work withdrawal, incapacities and difficulties returning to work. Objective: To investigate the withdrawal from work due to low back pain, aspects related to functionality in daily life, and influences on return to work. Methods: The study is exploratory, descriptive, with emphasis on qualitative results. The study has three steps. (1): Documentary survey of open patient records attended at the Reference Center on Occupational Health-CEREST, Santos / SP, from July 1, 2014 to July 1, 2015, with data collection: demographic, clinical diagnoses , Symptoms, profession, situation in the company, among others. Selection of records of subjects with complaints of low back pain and clinical diagnoses referring to "Other Dorsopathies" (M.51 to M.54), according to the International Classification of Diseases ICD-10. (2): Selection of subjects who experienced the process of moving away from work due to illness, and returning to work. Invitation for the participation of semistructured interviews, based on script, recorded and transcribed in full for analysis of thematic content. (3): In addition to the subjects who participated in the interviews, the application of the Rolland Morris Disability Questionnaire (QIRM), as a complement. Partial results: The study is ongoing. From step 1, 502 medical records were analyzed. Of these, 110 had complaints of low back pain in the initial consultation, of which 64 were female (58.2%) and 46 were male (41.8%). The most frequent ICD-10 clinical diagnoses were: M54.5 (low back pain) with 54.5%; M51.2 (Other specified intervertebral disc displacements) with 33.6%; And M54.4 (Lumbago with sciatica) with 18.2%. According to the National Classification of Economic Activity - CNAE 32.6% of the sample were part of the "Domestic services" group; 22.1% of the Group "Cleaning activities"; And 11.6% of the Group "Supply and management of human resources for third parties". From step 2, eight (8) interviews were carried out, with five subjects (5) female and three (3) male, with a mean age of 48.5 years, and several professions, two (2) Two (2) domestic, one (1) manicure, one (1) handler, one (1) stevedore, and one (1) access controller. The interviews were transcribed in full and the data are under analysis; Some preliminary data have already shown the return to work for the same functions, disrespect to physical constraints, and the same job requirements. From the step 3, together with the subjects from the previous stage, the QIRM was applied, all interviewees had a score greater than 14, that is, all of them presented functional disability, and one (n = 1) had total functional disability.

As lombalgias causam um impacto para os trabalhadores, levando muitas vezes ao afastamento do trabalho, incapacidades e dificuldades para o retorno ao trabalho. Objetivo: Investigar sobre o afastamento do trabalho por lombalgias, os aspectos relacionados à funcionalidade no cotidiano de vida, e as influências no retorno ao trabalho. Métodos: O estudo é exploratório, descritivo, com ênfase em resultados qualitativos. O estudo tem três etapas. (1): Levantamento documental de prontuários abertos de sujeitos atendidos no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador-CEREST, Santos/SP, período de 01 de julho de 2014 a 01 de julho de 2015, com obtenção de dados: demográficos, diagnósticos clínicos, sintomas, profissão, situação na empresa, entre outros. Seleção de prontuários de sujeitos com queixa de lombalgia e diagnósticos clínicos referentes às ?Outras Dorsopatias? (M.51 a M.54), de acordo com a Classificação Internacional de Doenças CID-10. (2): Seleção de sujeitos que vivenciaram o processo de afastamento do trabalho pela doença, e de retorno ao trabalho. Convite para a participação de entrevistas semiestruturadas, com base em roteiro, gravadas e transcritas na íntegra para análise de conteúdo temática. (3): Junto aos sujeitos que participaram das entrevistas, aplicação do instrumento Questionário de Incapacidade de Rolland Morris (QIRM), como complemento. Resultados parciais: O estudo está em andamento. Da etapa 1 foram analisados 502 prontuários, destes, 110 tinham a queixa de lombalgia em consulta inicial, sendo 64 do gênero feminino (58,2%) e 46 do gênero masculino (41,8%). Os diagnósticos clínicos pela CID-10 mais frequentes foram: M54.5 (Dor lombar baixa) com 54,5%; M51.2 (Outros deslocamentos discais intervertebrais especificados) com 33,6%; e M54.4 (Lumbago com ciática) com 18,2%. De acordo com a Classificação Nacional de Atividade Econômica - CNAE 32,6% da amostra faziam parte do Grupo ?Serviços domésticos?; 22,1% do Grupo ?Atividades de limpeza?; e 11,6% do Grupo ?Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros?. Da etapa 2 foram realizadas oito (8) entrevistas, sendo cinco sujeitos (5) do sexo feminino e três (3) masculino, com idade média de 48,5 anos, e de diversas profissões, sendo duas (2) auxiliares de limpeza, duas (2) domésticas, uma (1) manicure, um (1) entregador, um (1) estivador e um (1) controlador de acesso. As entrevistas foram transcritas na íntegra e os dados estão em análise; alguns dados preliminares já demonstraram o retorno ao trabalho para as mesmas funções, desrespeito às restrições físicas, e as mesmas exigências de trabalho. Da etapa 3 junto aos sujeitos da etapa anterior, foi aplicado o QIRM, todos os entrevistados apresentaram escore maior de 14, ou seja, todos apresentaram incapacidade funcional, sendo que um (n=1) apresentou incapacidade funcional total.
Keywords worker health
low back pain
disability
physiotherapy
return to work
saúde do trabalhador
dor lombar
incapacidade
fisioterapia
retorno ao trabalho
Language Portuguese
Date 2016-05-12
Published in RAMOS, Maria do Carmo Vitorio Alves. Afastamento do trabalho por lombalgia crônica: impactos na funcionalidade e o retorno ao trabalho. 2016. 52 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 52 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4835054
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48086

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account