Trabalhadoras, uni-vos! : identidade de classe e gênero das operárias da indústria têxtil em São Paulo e São Bernardo nas décadas de 1930 e 1950

Trabalhadoras, uni-vos! : identidade de classe e gênero das operárias da indústria têxtil em São Paulo e São Bernardo nas décadas de 1930 e 1950

Autor Camargo, Natalia Nogueira de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Toledo, Edilene Teresinha Toledo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação História
Resumo By focusing on Sao Paulo?s textile industry ? which, besides its large number of women, was also going through its golden age under Vargas? government ?, this work firstly aims to understand how the working weavers of Sao Paulo and Sao Bernardo built their class and gender identities. Subsequently, it seeks to analyze how the construction of these multiple identities have influenced these women?s organization and demands, concerning what they saw as their own rights during Vargas? Context. In this sense, the research purpose is to understand the fight and the organization of these weavers in their work environment, both through official documents, among them, what the current labor laws had established concerning women?s work in that period; as well as how the popular press portrayed the reaction. Other important sources were the repression, the DEOPS, and interviews with former workers.

Este trabalho, ao se focar na indústria têxtil paulista, que não só empregava um grande número de mulheres como também passava por seu período áureo no primeiro governo Vargas, tem por objetivo primeiramente entender como as trabalhadoras tecelãs de São Paulo e São Bernardo construíram suas identidades de classe e de gênero e, posteriormente, analisar como a construção dessas várias identidades influenciou na organização e na reivindicação do que essas mulheres consideravam como seus direitos no contexto da Era Vargas. Nesse sentido, o intuito da pesquisa é perceber tanto por meio de documentos oficiais, dentre eles, o que a legislação trabalhista vigente no período abordado estabelecia em relação ao trabalho feminino, como também de que forma a imprensa popular retratava a reação, a luta e a organização dessas operárias tecelãs no seu ambiente de trabalho. Fontes importantes foram também as da repressão, do DEOPS, e entrevistas realizadas com ex-operárias.
Assunto Work
Gender
Vargas
Context
Trade unionism
Textile industry
Trabalho
Gênero
Era vargas
Sindicalismo
Indústria têxtil
Idioma Português
Data 2015-11-19
Publicado em CAMARGO, Natalia Nogueira de. Trabalhadoras, uni-vos! - identidade de classe e gênero das operárias d indústria têxtil em São Paulo e São Bernardo nas décadas de 1930 e 1950. 2015. 125 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2015.
Linha de pesquisa História
Área de concentração Ciências humanas
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 125 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3359440
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48083

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Natalia Nogueir ... cao_mestrado_corrigida.pdf
Tamanho: 1.096Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)