Respostas morfofuncionais e psicofisiológicas de atletas de basquetebol em cadeira de rodas durante as fases de treinamento

Respostas morfofuncionais e psicofisiológicas de atletas de basquetebol em cadeira de rodas durante as fases de treinamento

Autor Medeiros, Radames Maciel Vitor Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Santos, Ronaldo Vagner Thomatieli dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Resumo The growth in Wheelchair Basketball has encouraged the search for better competitive performance, thus demonstrating concern for the training control and monitoring, based on morphofunctional and psychophysiological responses. Seeking to meet this problem, the present study aims to analyze the internal training load and describe the main morphofunctional and psychophysiological responses of athletes at different stages of training in wheelchair basketball. Ten athletes and three coaches participated. Evaluations followed the team periodization, being divided into quarterly, monthly and daily periods. For the training load, there was the transformation method, following the tests Two Way ANOVA (post hoc Sidak), Wilcoxon test, intraclass correlation coefficient and Kappa index. For the other variables, it was used the oneway ANOVA for repeated measures and Friedman to compare the stages of evaluation, the effect size (r), and the Spearman correlation and regressive analysis from the Multiple Linear Regression ( Backward method), with p <0.05. Differences were observed between the intensities and CT reported by athletes and perceived by the coach, more noticeable when the analysis are performed from the intensities of training, where trainers tended to underestimate and / or overestimate the athlete. The agreement levels had values between low and moderate, indicating incompatibility between coaches and athletes. The responses of body composition and aerobic and anaerobic performances showed few significant changes throughout the training season, but it was observed significant differences on the specific physical fitness and testosterone and cortisol concentrations. This study demonstrated the importance of monitoring the training load and the evaluation of morphofunctional and psychophysiological parameters throughout the training season, which are considered as important tools to identify the best strategies for achieving the best competitive performance.

O crescimento do basquetebol em cadeira de rodas tem incentivado a busca pelo melhor desempenho competitivo, assim evidenciando a preocupação com o controle e o monitoramento do treinamento, baseado em respostas morfofuncionais e psicofisiológicas. Buscando atender à esta problemática, o presente estudo pretende analisar a carga interna de treinamento e descrever as principais respostas morfofuncionais e psicofisiológicas dos paratletas, em diferentes fases do treinamento no basquetebol em cadeira de rodas. Dez atletas e 3 treinadores participaram da pesquisa. As avaliações obedeceram à periodização da equipe, sendo divididas em períodos trimestrais, mensais e diários. Para a Carga de Treinamento, realizou-se o método de Transformação em postos, seguindo dos testes ANOVA Two Way (post hoc de Sidak), teste de Wilcoxon, Coeficiente de Correlação Intraclasse e índice Kappa. Para as demais variáveis, foi utilizado o teste de ANOVA one way para amostras repetidas e Friedman para a comparação entre os momentos de avaliação, o tamanho do efeito (r), além da correlação de Spearman e análises regressivas a partir da Regressão Linear Múltipla (Método Backward), com p < 0,05. Foram observadas diferenças entre as intensidades e CT relatadas pelos atletas e percebidas pelo treinador, mais perceptíveis quando as análises são realizadas a partir das intensidades de treino, onde os treinadores apresentaram uma tendência de subestimar e/ou superestimar o atleta. Os níveis de concordância apresentaram valores entre baixo e moderado, indicando incompatibilidade entre treinadores e atletas. As repostas da composição corporal e desempenhos aeróbio e anaeróbio apresentaram poucas modificações significativas ao longo da temporada de treinamento, porém a aptidão física específica e as concentrações de Testosterona e Cortisol apresentaram diferenças significativas. O presente estudo demonstrou a importância do monitoramento da carga de treinamento e a avalição de parâmetros morfofuncionais e psicofisiológicas ao longo da temporada de treinamento, sendo estas consideradas como importantes ferramentas para identificar as melhores estratégias para alcançar o melhor desempenho competitivo.
Assunto wheelchair basketball
training
evaluation
load monitoring
basquete em cadeira de rodas
treinamento
avaliação
monitoramento de carga
Idioma Português
Data 1905-07-08
Publicado em MEDEIROS, Radames Maciel Vitor. Respostas morfofuncionais e psicofisiológicas de atletas de basquetebol em cadeira de rodas durante as fases de treinamento. 2016. 157 f. Tese (Doutorado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Linha de pesquisa Interdisciplinar
Área de concentração Multidisciplinar
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 157 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4773204
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48072

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)