Estado, políticas públicas e cultura: a programação cultural e a dinâmica territorial do Centro Cultural da Juventude (CCJ) e do Centro Cultural São Paulo (CCSP)

Estado, políticas públicas e cultura: a programação cultural e a dinâmica territorial do Centro Cultural da Juventude (CCJ) e do Centro Cultural São Paulo (CCSP)

Autor Pires, Daniel Brochado Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Dias, Marcia Regina Tosta Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciências Sociais
Resumo We have carried out in this work an analysis of the process of the participation of the regulars users in cultural programming from two cultural centers at São Paulo city - Youth Cultural Center and Sao Paulo Cultural Center. As research has a cutout on the territoriality in which these spaces are inserted, we had an investigative plan, the spatial arrangement background of cultural facilities in São Paulo and public policy culture that influenced the deconcentration of cultural events of the city.First we examine the urban context in which we list the main existing attributes in capitalist reproduction mode of space in São Paulo. In this context, we begin to conceptualize what we consider a cultural practice in the current urban space. To undertake a vision of cultural political spectrum in this dynamic development of space, we list the main cultural policies of the city of São Paulo that had as a plan the decentralization of equipment and cultural of the city practices, most notably detached Mario de Andrade and Marilena Chaui's political actions. From these analyzes, we conducted a mapping on how to have the most different cultural facilities in the urban environment,in order to compare with other indicators, such as level of education and income. Field survey results pointed nuances and highlighted similarities in management and public, between the two cultural centers. The variations are converged, especially in the role of public goer participation, in which the CCJ was demonstrated with more initiatives and administrative routines accordingly. Such a feat also took us to see that this equipment is more permissive to reflections and dynamics of territoriality because it is located in a peripheral region that demands greater degree of diffusion of its expressions.

Efetuamos nesse trabalho uma análise do processo de participação dos usuários frequentadores na programação cultural de dois centros culturais da cidade de São Paulo ? Centro Cultural da Juventude e Centro Cultural São Paulo. Como a investigação tem um recorte sobre a territorialidade que esses espaços estão inseridos, tivemos como plano investigativo a disposição espacial dos equipamentos culturais no município de São Paulo e as políticas públicas de cultura que influíram na desconcentração das manifestações culturais da cidade. Para isso, primeiramente, examinamos o contexto urbano, na qual, elencamos os principais atributos existentes no modo de reprodução capitalista do espaço na cidade de São Paulo. Com esta contextualização, passamos a conceituar o que consideramos como prática cultural no espaço urbano atual. Para empreendermos uma visão da política cultural nessa dinâmica de desenvolvimento do espaço, elencamos as principais políticas públicas culturais da cidade de São Paulo que tiveram como plano a descentralização dos equipamentos e práticas culturais do município, com maior destaque às ações das gestões de Mário de Andrade e Marilena Chauí. A partir dessas análises, realizamos um mapeamento sobre como se dispõem os mais diferentes equipamentos culturais no ambiente urbano, de modo, a comparar com outros indicadores, tais como: nível de escolaridade e de renda. Os resultados da pesquisa de campo apontaram nuanças e semelhanças evidenciadas na gestão e no público, entre os dois centros culturais. As diferenciações se confluíam, principalmente, no papel de participação do público frequentador, na qual, o CCJ se demonstrou mais propenso a essas iniciativas. Tal feito também nos levou a constatar que esse equipamento é mais permissivo aos reflexos e dinâmicas da territorialidade, pois se localiza numa região periférica que demanda maior grau de difusão de suas expressões.
Assunto Urban development
Cultural policy
Cultural facilities
Decentralization and participation
Desenvolvimento urbano
Política cultural
Equipamento cultural
Descentralização e participação
Idioma Português
Data 2015-09-24
Publicado em PIRES, Daniel Brochado. Estado, políticas públicas e cultura: a programação cultural e a dinâmica territorial do Centro Cultural da Juventude (CCJ) e do Centro Cultural São Paulo (CCSP). 2015. 174 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2015.
Linha de pesquisa Sociologia
Área de concentração Ciências humanas
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 174 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2774833
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48014

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: PIRES, Daniel. ... CAS PÚBLICAS E CULTURA.pdf
Tamanho: 3.538Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)