Comparação do desempenho de métodos diagnósticos para a detecção de infecção tuberculosa latente (itbl) em pacientes com artropatias inflamatórias crônicas em atividade e em uso de bloqueadores do tnfa

Comparação do desempenho de métodos diagnósticos para a detecção de infecção tuberculosa latente (itbl) em pacientes com artropatias inflamatórias crônicas em atividade e em uso de bloqueadores do tnfa

Author Gomes, Carina Mori Frade Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Pinheiro, Marcelo de Medeiros Pinheiro Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências da Saúde Aplicadas à Reumatologia
Abstract Introdução: Muitos estudos mostraram o aumento de risco de tuberculose em pacientes com artropatias inflamatórias crônicas (AICs) em uso de bloqueadores do TNF?. Na maioria das vezes, esses casos estão associados à reativação de infecção tuberculosa latente (ITbL) e diversas estratégias têm sido implementadas para minimizar esse risco. No entanto, tem sido observado casos de tuberculose mesmo naqueles com pesquisa de ITbL negativa, dificultando o manuseio clínico desses pacientes. Objetivos: Comparar o desempenho de três métodos de diagnóstico de ITbL, incluindo prova tuberculíinica (PPD),T-SPOT.TB (ELISPOT) e Quantiferon (QTF), em pacientes com AICs e em uso dos bloquedores do TNF?, bem como avaliar a efetividade do fenômeno Booster para identificação de novos casos de ITbL. Além disso, identificar casos incidentes de doença por micobactéria em 24 meses de seguimento e verificar a positividade dos IGRAs (Interferon Gamma relase assays) após o tratamento da ITbL com isoniazida. Métodos: Estudo prospectivo com 102 pacientes com AICs, dos quais 40 com artrite reumatóide (AR), 35 com espondilite anquilosante (EA), 7 com artrite psoriásica (APs) e 20 com artrite idiopática juvenil (AIJ) há, pelo menos, 6 meses de exposição aos bloqueadores do TNF?. Todos responderam a questionário específico com epidemiologia pessoal, familiar e profissional, bem como passado vacinal (cicatriz) de BCG e sintomas relacionados com a infecção por micobactéria. Fizeram ainda, PPD, Elispot, Quantiferon e radiografia de tórax. Naqueles com PPD não reator, o teste foi repetido em até 3 semanas, a fim de avaliar o fenômeno Booster. Resultados: Nenhuma criança apresentou PPD reator e aproximadamente 30% dos adultos o tiveram. Apenas 5% das crianças teve algum IGRA positivo (Elispot em 35% dos pacientes com AR e 28,6% dos pacientes com EA e APs; Quantiferon em 22,5% dos pacientes com AR, 20% dos pacientes com EA e 28,6% daqueles com APs). A concordância entre o PPD e os IGRAs foi moderada (k=0,475; p=0,001) e elevada entre o Elispot e o Quantiferon (k=0,785; p<0,001). Não foi observada diferença estatisticamente significante da positividade dos métodos com o uso de diferentes bloqueadores do TNF? e fármacos modificadores do curso da doença (DMARDs). Foram identificados 14 novos casos de ITbL, sendo 10 pacientes com PPD reator (12,3%; IC 95% 6,1-21,5%) e 6 IGRAs positivos (6 ELISPOT: 7,4%; IC95% 2,8-15,4% e 4 Quantiferon 4,8%; IC95% 1,4-12,1%),. especialmente naqueles com AR. Após o tratamento com isoniazida por 6 meses, não foi verificada nenhuma mudança significativa da positividade dos IGRAs. Durante 24 meses de seguimento, apenas um paciente desenvolveu tuberculose pulmonar, mesmo com todos os testes negativos para ITbL. Conclusões: Nossos resultados mostraram que aproximadamente 20% dos pacientes com AICs, apresentaram, pelo menos, um teste positivo para a pesquisa de ITbL após a exposição aos antagonistas do TNF. O PPD teve bom desempenho para identificar novos casos de ITbL e o Elispot acrescentou poder diagnóstico nesse cenário.
Keywords tuberculose latente
artropatias inflamatórias crônicas
ppd
bloqueadores do tnf
coorte prospectiva
tuberculose latente
artropatias inflamatórias crônicas
ppd
bloqueadores do tnf
coorte prospectiva
Language Portuguese
Date 2016-03-08
Published in GOMES, Carina Mori Frade. Comparação do desempenho de métodos diagnósticos para a detecção de infecção tuberculosa latente (itbl) em pacientes com artropatias inflamatórias crônicas em atividade e em uso de bloqueadores do tnfa. 2016. 58 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 58 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3646017
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48003

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account