Avaliação dinâmica e interdisciplinar na deficiência auditiva em ambulatório público: relato de caso

Avaliação dinâmica e interdisciplinar na deficiência auditiva em ambulatório público: relato de caso

Título alternativo Dynamic and interdisciplinary assessment in hearing disability in a public ambulatory: case report
Autor Gomes-Machado, Maria Luiza Autor UNIFESP Google Scholar
Soares, Alexandra Dezani Autor UNIFESP Google Scholar
Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
Fundação para o Estudo e Tratamento das Deformidades Crânio Faciais
Resumo The aim of this study was to describe the effects of the interdisciplinar dynamic clinical assessment in a case attended at the Research Ambulatory of Language in Hearing Disorders of the São Paulo Hospital - Federal University of São Paulo. It is describe the case of a 26-year-old woman who presented sudden bilateral deafness, as a result of Cogan's syndrome - which also affects the vision. When the intervention process began, the patient had restricted orofacial reading, difficulty to communicate with her family, social isolation and depressive symptoms. The dynamic assessment based on interactivity and humanistic listening provided conditions for the patient to improve her communication, self-concept and social interaction. From this perspective, it was noticed that, with only ten sessions of intervention, therapeutic effects were operated, therefore breaking the classic assessment/intervention dichotomy at different moments.

A proposta deste estudo foi descrever os efeitos da avaliação clínica dinâmica interdisciplinar em um caso atendido pelo Ambulatório de Investigação da Linguagem nos Distúrbios de Audição do Hospital São Paulo - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Trata-se de uma pessoa do sexo feminino que, aos 26 anos, apresentou quadro de surdez súbita bilateral, em decorrência da síndrome de Cogan - que afeta também a visão. Ao iniciar o processo, a paciente apresentava leitura orofacial restrita, dificuldade para se comunicar com sua família, isolamento social e quadro depressivo. A avaliação dinâmica pautada na interatividade e na escuta humanística proporcionou condições para que a paciente pudesse melhorar sua comunicação, autoconceito e interação social. Nessa perspectiva, observou-se que, com apenas dez sessões de atendimento pela equipe, operaram-se efeitos terapêuticos quebrando-se, assim, a clássica dicotomia avaliação/intervenção em momentos diferentes.
Palavra-chave Deafness
Rehabilitation of hearing impaired
Language
Patient care team
Case reports
Surdez
Reabilitação de deficientes auditivos
Linguagem
Equipe de assistência ao paciente
Relatos de casos
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 14, n. 3, p. 416-420, 2009.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 416-420
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000300020
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342009000300020 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4779

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-80342009000300020.pdf
Tamanho: 114.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta