Estudo exploratório prospectivo das influências do trauma e do transtorno de estresse pós-traumático (tept) sobre a cognição e sua evolução em crianças em idade escolar

Estudo exploratório prospectivo das influências do trauma e do transtorno de estresse pós-traumático (tept) sobre a cognição e sua evolução em crianças em idade escolar

Author Ramos, Fernanda Brunelli Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Mello, Marcelo Feijo de Mello Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psiquiatria e Psicologia Médica
Abstract Objective: To assess the impact of traumatic experiences in children between 7 and 12 years old in attention and executive functions. Method: a convenience sample of 39 children between 7 and 12 years, separated into three groups: PTSD + (victims of violence with formal PTSD and / or symptoms of PTSD) (n = 19), PTSD- (victims of violence without PTSD) (n = 11) and HC (Healthy Controls) (n = 9). Subject of PTSD + and PTSD- groups have undergone traumatic experience, while the HC group did not. The children of the first two groups were evaluated in two stages: time 1 (beginning of the study) and time 2 (follow-up). We applied instruments of clinical diagnostic measures and neuropsychological tests. We compared data from time 1 and time 2 between groups and subsequently held within-group comparison. Results: Clinical data for time 1 revealed that the frequency of emotional and physical neglect was higher in the PTSD + group, and physical abuse was higher in PTSD-. There were no statistically significant differences in clinical measures in time 2. Neuropsychological testing data showed that PTSD- group had a worse performance in sustained attention to auditory-verbal stimuli at time 1 and language (capacity to define words) at time 2. The intra-group comparison showed improved performance over time in visuospatial and constructive praxis abilities for PTSD + and alternate attention and working memory for visuomotor stimuli, visuospatial and constructive praxis abilities and IQ estimated to PTSD-. Conclusion: children who did not develop PTSD after traumatic experiences are a group that should also be of care since we find that they had changes in the sustained attention and language, compared with PTSD + and HC.

Objetivo: avaliar o impacto de experiências traumáticas em crianças entre 7 e 12 anos de idade na atenção e nas funções executivas. Método: foi estudada uma amostra de conveniência composta por 39 crianças entre 7 e 12 anos, divididas em três grupos: TEPT+ (vítimas de violência com TEPT formal e/ou sintomas de TEPT) (n=19), TEPT- (vítimas de violência sem sintomas de TEPT) (n=11) e CS (Controles Saudáveis) (n=9). Sujeitos dos grupos TEPT+ e TEPT- passaram por experiência traumática, enquanto os do grupo CS não. As crianças dos dois primeiros grupos foram avaliadas em 2 momentos: tempo 1 (início da pesquisa) e tempo 2 (follow-up). Nestas avaliações foram aplicados instrumentos de medidas clínicas diagnósticas e testes neuropsicológicos. Os dados de tempo 1 e tempo 2 foram comparados entre os grupos, e posteriormente realizou-se comparação intra grupo. Resultados: os dados de medidas clínicas para tempo 1 revelaram que as frequências de negligência emocional e física foram maiores no grupo TEPT+, e abuso físico foi maior em TEPT-. Não houve diferenças estatisticamente significativas para medidas clínicas no tempo 2. No que se referem aos testes neuropsicológicos, o grupo TEPT- apresentou pior desempenho em amplitude atencional para estímulos audioverbais no tempo 1 e em linguagem (capacidade de definição de vocábulos) no tempo 2. A comparação intragrupo revelou melhora de desempenho ao longo do tempo em praxia visuoconstrutiva para TEPT+ e em atenção alternada e memória operativa para estímulos visuomotores, praxia visuoconstrutiva e QI estimado para TEPT-. Conclusão: crianças que não desenvolveram o TEPT após vivências traumáticas são um grupo que deve ser também motivo de cuidados, uma vez que encontramos que estes apresentaram alterações na amplitude atencional e linguagem, quando comparados com TEPT+ e CS.
Keywords posttraumatic stress disorder (ptsd)
pediatric ptsd
trauma
cognition
transtorno de estresse pós-traumático (tept)
tept infantil
trauma infantil
cognição
neuropsicologia
Language Portuguese
Date 2016-01-12
Published in RAMOS, Fernanda Brunelli. Estudo exploratório prospectivo das influências do trauma e do transtorno de estresse pós-traumático (tept) sobre a cognição e sua evolução em crianças em idade escolar. 2016. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4127482
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47598

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account