Materialidade e imaterialidade na transformação de residências particulares em patrimônio cultural: hilda hilst e a casa do sol

Materialidade e imaterialidade na transformação de residências particulares em patrimônio cultural: hilda hilst e a casa do sol

Author Rodriguez, Mariana Cerqueira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Paiva, Odair da Cruz Paiva Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program História
Abstract The main objective of the present research is to understand the processes of transformation of private dwellings in Cultural Heritage as a central focus the analysis of ?Casa do Sol?, residence of the writer Hilda Hilst, registered in 2011 by the Defense Council of the Cultural Heritage of Campinas (CONDEPACC). In order to better achieve the proposed objective, the methodology intended to raise the various aspects of the context of the property construction, the trajectory, the development of the acquis, the legal aspects and functional transformations that experienced on the particular passage to a place of memory. In each group of documents sought to aggregate and confront the documents relating to the strategies used for the preparation, insertion and acceptance of the ?Casa do Sol? as part of the legacy of Hilda Hilst. The literature review concerning the extension movement of preservation practices, analysis of material culture available in the environment and identification of intended agents, make up the triad needed to understand the broader context of this registration of the ?Casa do Sol?. This research allowed us to conclude that the interventions were subject the heritage of this house bring up important historical evidence with respect to a single social setting, a chain of relationships that sustain the material and immaterial dimension of a complex and dynamic process. The intentions of the agents responsible for the functional and symbolic transformation that the residence passed become fundamental in this perspective, since the house is a ?musealized space? used by a group of agents as an instrument of mediation and negotiations of meaning, whose materiality is mobilized to meet specific demands in the present. Understanding the formation of Heritage through interpretation, ordering and exhibition of material culture, can explain a wider context of social disputes over memory and demonstrate how the places and objects behave as supporters of a permanent process of construction and reconstruction of the identities in contemporary society.

O objetivo central da presente pesquisa é compreender os processos de transformação de residências particulares em Patrimônio Cultural, tendo como foco central a análise da Casa do Sol, morada da escritora Hilda Hilst, tombada em 2011 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (CONDEPACC). Visando melhor atingir o objetivo proposto, a metodologia utilizada pretendeu levantar os diversos aspectos do contexto de construção do imóvel, sua trajetória, a composição do acervo, os aspectos jurídicos e as transformações funcionais que vivenciou na passagem do particular para um lugar de memória. Em cada conjunto documental buscou-se reunir e confrontar os documentos relativos às estratégias utilizadas para a elaboração e inserção da Casa do Sol como parte do legado de Hilda Hilst. As intencionalidades dos agentes responsáveis pela transformação funcional e simbólica pela qual passou a residência tornam-se fundamental nessa perspectiva, visto que a casa é um espaço musealizado, utilizado por um grupo de agentes como instrumento de mediação e de negociações de sentido, cuja materialidade é mobilizada para atender demandas específicas no presente. Entender a constituição de Patrimônios através da interpretação, ordenação e exposição da cultura material, pode elucidar um contexto mais amplo de disputas sociais pela memória e demonstrar de que forma os lugares e os objetos se comportam como suportes de um processo permanente de construção e reconstrução de identidades na sociedade contemporânea. Dessa forma, a revisão bibliográfica referente ao movimento de extensão das práticas de preservação, a análise da cultura material disponibilizada no ambiente e a identificação dos agentes intencionados, compõem a tríade necessária para compreender o contexto mais amplo de tombamento da Casa do Sol. A pesquisa revelou indícios históricos importantes no que diz respeito a uma configuração social única, uma teia de relações que sustentam a dimensão material e imaterial de um processo complexo e dinâmico.
Keywords memory
cultural heritage
historic house
hilda hilst
material culture
memória
patrimônio cultural
museus casas
hilda hilst
cultura material
Language Portuguese
Date 2015-06-18
Published in RODRIGUEZ, Mariana Cerqueira. Materialidade e imaterialidade na transformação de residências particulares em patrimônio cultural: hilda hilst e a casa do sol. 2015. 178 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2015.
Research area História
Knowledge area Ciências humanas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 178 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2417941
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47262

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account