Significados da prática profissional em educação física na área da saúde em santos-sp: reflexões sobre corpo, educação e saúde

Significados da prática profissional em educação física na área da saúde em santos-sp: reflexões sobre corpo, educação e saúde

Author Lotti, Alessandro Demel Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nakamura, Eunice Nakamura Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract This dissertation addressed different discourses of the three Physical Education professionals working in the public health services of the city of Santos - SP to analyze and reflect on the meanings of the professional practice in health from the themes body, education and health, based on a research Qualitative, ethnographic inspiration. Taking as a theoretical-methodological reference the concepts of culture and meanings, closely linked, the research made it possible to approach the historical path, formation, professional experience and the context of the current work with health. The professionals consider that their training was insufficient enough to include knowledge to act with public health, however the day-to-day experiences in the units seem to have enabled them to work with health promotion and care. If in the stages the experiences they had were mixed, when they arrive to work in health they are faced with a new scenario of action, with specifics and own dynamics. The initial understanding of the services was that they would be there to promote gym classes for disease prevention and treatment. But everyday life revealed other demands, reorienting them to an integral action, with a more social focus, considering the subjectivities of those involved. The organic-functional benefits then become the consequence of a practice focused on bonding, coexistence and socialization; In what the interviewees call "social gymnastics". Once these practices have been re-signified, there is a need to give greater legitimacy to the work they do. In this way they prefer not to be called teachers, or instructors, but rather "Physical Education health professionals". They refer to the concepts of body, education and health as being complementary to one another, and it does not make sense to have greater emphasis on one aspect or another when seeking an integral attention, alternative to the disciplinary, biomedical and behavioral logic present in the profession. Finally, we hope that this work can contribute to thinking about the place of Physical Education within health services, based on the discourse of those who day after day are immersed in this context.

Esta dissertação abordou diferentes discursos dos três profissionais de Educação Física atuantes nos serviços públicos de saúde da cidade de Santos – SP para analisar e refletir sobre os significados da prática profissional em saúde a partir dos temas corpo, educação e saúde, com base em uma pesquisa qualitativa, de inspiração etnográfica. Tomando como referencial teórico-metodológico os conceitos de cultura e significados, estreitamente vinculados, a pesquisa possibilitou aproximar-se do trajeto histórico, formação, experiência profissional e o contexto do trabalho atual com a saúde. Os profissionais consideram que sua formação foi pouco suficiente ao abarcar conhecimentos para atuarem com saúde pública, contudo as vivências dia após dia nas unidades parece tê-los capacitado para o trabalho com a promoção e o cuidado em saúde. Se em estágios as experiências que tiveram foram mistas, quando chegam para trabalhar na saúde se deparam com um cenário novo de atuação, com especificidades e dinâmica própria. O entendimento inicial dos serviços era de que eles estariam ali para promover aulas de ginástica para prevenção e tratamento de doenças. Mas o cotidiano foi revelando outras demandas, reorientando-os para uma atuação integral, com enfoque mais social, considerando as subjetividades dos envolvidos. Os benefícios orgânico-funcionais então passam a ser consequência de uma prática voltada ao vínculo, à convivência e à socialização; no que os entrevistados chamam de “ginástica social”. Uma vez que há a ressignificação dessas práticas, surge a necessidade de conferir uma maior legitimidade ao trabalho que desenvolvem. Dessa forma preferem não ser chamados de professores, ou instrutores, mas sim “profissionais de Educação Física da saúde”. Referem-se aos conceitos de corpo, educação e saúde como sendo complementares uns aos outros, não fazendo sentido ter maior ênfase em um aspecto ou outro quando se busca uma atenção integral, alternativa à logica disciplinatória, biomédica e comportamentalista presentes na profissão. Por fim esperamos que este trabalho possa trazer contribuições para se pensar o lugar da Educação Física dentro dos serviços de saúde, tomando por base o discurso daqueles que dia após dia encontram-se imersos a neste contexto.
Keywords meanings
physical education
body
education
health
significados
educação física
corpo
educação
saúde
Language Portuguese
Date 1905-07-08
Published in LOTTI, Alessandro Demel. Significados da prática profissional em educação física na área da saúde em santos-sp: reflexões sobre corpo, educação e saúde. 2016. 93 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 93 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4552997
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47245

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account