Livros impressos versus eletrônicos: análise de custo-benefício para as Universidades federais no Brasil

Livros impressos versus eletrônicos: análise de custo-benefício para as Universidades federais no Brasil

Autor Leber, Andreas Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Bueno, Ricardo Luiz Pereira Bueno Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Gestão de Políticas e Organizações Públicas
Resumo The purpose of this dissertation is to identify the most active publishers and e-book suppliers in the Libraries of Federal Universities, their business models and the challenges that their managers face in the use of those ones by the University Libraries, from legal and regulatory challenges up to challenges posed by the market and by the users. Data collection was carried out from a questionnaire sent to ten Brazilian federal universities, two universities by Brazilian geographic region. From the data collected, the most widely used model is the perpetual access, followed by subscription. In addition, by annual statistical comparison of loans of printed book , it was noted that e-books are accepted and used by users of the federal university libraries. It was found that most users still find it difficult to grasp the electronic content in the same manner as they do with the printed one by cognitive reasons and, therefore, the hybrid model is best suited for libraries with digital and electronic collections.

O objetivo dessa dissertação é levantar as editoras e os fornecedores de livros eletrônicos mais atuantes nas Bibliotecas das Universidades Federais, seus modelos de negócios e os desafios que os gestores das bibliotecas universitárias federais enfrentam para a utilização deles pelas Bibliotecas Universitárias, desde desafios legais e normativos, até desafios trazidos pelo mercado e pelos próprios usuários. Realizou-se levantamento de dados por meio de questionário enviado a dez universidades federais brasileiras, duas universidades por região geográfica brasileira. Pelos dados levantados, o modelo mais utilizado é o de acesso perpétuo, seguido pela assinatura. Além disso, mediante comparação anual das estatísticas de empréstimos dos livros impressos, percebeu-se que os livros eletrônicos são aceitos e utilizados pelos usuários das bibliotecas universitárias federais. Verificou-se que parte dos usuários ainda encontram dificuldades para assimilar o conteúdo eletrônico da mesma forma que o impresso por razões cognitivas, e, por essa razão, o modelo mais adequando de Bibliotecas são as híbridas, com acervos digitais e eletrônicos.
Assunto e-books
e-books - cost/benefit
e-books - business models
e-books challenges
e-books - federal universities
livros eletrônicos
livros eletrônicos - custo/benefício
livros eletrônicos modelos de negócios
livros eletrônicos
desafios
livros eletrônicos - universidades federais
Idioma Português
Data 2015-08-26
Publicado em LEBER, Andreas. Livros impressos versus eletrônicos: análise de custo-benefício para as Universidades federais no Brasil. 2015. 118 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Política, Economia e Negócios, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Osasco, 2015.
Linha de pesquisa Administração
Área de concentração Ciências sociais aplicadas
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 118 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3209642
Direito de acesso
Tipo Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46682

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Andreas Leber - Dissertação final.pdf
Tamanho: 1.949Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)