Obesidade induzida após o desmame potencializa o efeito nefrotóxico da cisplatina

Obesidade induzida após o desmame potencializa o efeito nefrotóxico da cisplatina

Author Ribeiro, Rosemara Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Boim, Mirian Aparecida Boim Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Nefrologia)
Abstract Overweight establishes a charge on the kidney resulting in increased glomerular filtration rate (GFR) and renal hypertrophy may accelerate the damage of renal function. The renal effects of obesity in adult individual are well explored, less is known on the impact of childhood obesity in the kidney in adult life, and if this event can exacerbate the renal response to an acute injury. The objectives of this study were: evaluate the impact of the obesity established in mice during childhood on renal function in adult life and evaluate if metabolic condition potentiate the nephrotoxic effects of cisplatin. C57BL/6 mice at 21 days age (postweaning) were divided into group control (CT), fed with standard diet, and high fat diet group (HF), fed with high fat diet. After 9 weeks the animals were divided into groups: CT, CT treated with cisplatin (CTCis), HF and HF treated with cisplatin (HFCis). Cisplatin was administered in single dose of 20 mg/kg (i.p.). After 72 hours the animals were anesthetized and blood and tissues (kidneys and visceral fat) were used for biochemical, molecular and histology analysis. The HF group exhibited higher body weight gain, increased visceral adiposity, hyperkalemia, sodium retention, glomerular hyperfiltration, proteinuria and intrarenal overexpression of the pro oxidant enzyme, gp91phox, indicating renal function responses to the obesity. Cisplatin induced AKI with reduced GFR in both groups, but the effect was exacerbated in obese animals with reduction of 92% versus 31% in the CTCis group, resulting in an expressive serum creatinine and urea accumulation. The HFCis group exhibited systemic and intrarenal inflammation significantly higher than the non obese animals. These results suggest that obese animals were more susceptible to the nephrotoxic effects induced by cisplatin resulting in greater severity of AKI.

O excesso de peso impõe uma sobrecarga ao rim resultando em aumento da taxa de filtração glomerular (TFG) e hipertrofia renal, podendo contribuir para uma perda progressiva da função renal. Os efeitos renais da obesidade no indivíduo adulto são bem explorados, porém pouco se sabe sobre o impacto da obesidade infantil sobre o rim na vida adulta, e se esta condição pode exacerbar a resposta renal a um insulto agudo. Os objetivos deste trabalho foram: avaliar o impacto da obesidade induzida após o desmame em camundongos sobre a função renal na vida adulta e avaliar se esta condição metabólica potencializa os efeitos nefrotóxicos da cisplatina. Para isso, foram utilizados camundongos C57BL/6, com 21 dias de vida, que foram divididos em grupo controle (CT), alimentados com dieta padrão, e grupo dieta hiperlipídica (DH), alimentados com dieta hiperlipídica desde o desmame. Após 9 semanas de acompanhamento nutricional, os animais foram distribuídos nos grupos: CT, CT tratado com cisplatina (CTCis), DH e DH tratado com cisplatina (DHCis). A cisplatina foi administrada em dose única de 20 mg/kg (i.p.). Após 72 horas, os animais foram anestesiados para coleta de sangue e dos tecidos (rins e gordura visceral), para análise bioquímica, molecular e histológica. O grupo DH apresentou ganho de massa corporal e de tecido adiposo visceral, hipercalemia, aumento da reabsorção de sódio, hiperfiltração glomerular, proteinúria e superexpressão intrarrenal da enzima pró-oxidante, a gp91phox, indicando um quadro de obesidade com sinais de alteração da função renal com estresse oxidativo. A cisplatina induziu LRA com redução do RFG em ambos os grupos, porém o efeito foi exacerbado nos animais obesos com redução de 92% versus 31% nos animais controle, resultando em acúmulo expressivo de creatinina e ureia séricos. O grupo DHCis apresentou inflamação sistêmica e intrarrenal significativamente maior do que os animais não obesos. Esses resultados sugerem que a obesidade torna os animais mais susceptíveis à nefrotoxicidade induzida por cisplatina, resultando em maior severidade da LRA.
Keywords childhood obesity
cisplatin
nephrotoxicity
acute renal injury
inflammation
oxidative stress
obesidade infantil
cisplatina
nefrotoxicidade
lesão renal aguda
inflamação
estresse oxidativo
Language Portuguese
Date 2016-10-31
Published in RIBEIRO, Rosemara Silva. Obesidade induzida após o desmame potencializa o efeito nefrotóxico da cisplatina. 2016. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4812443
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46458

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account