Análise de testes físicos e psicológicos nas semanas de treinamento e avaliações da seleção paralímpica brasileira de atletismo

Análise de testes físicos e psicológicos nas semanas de treinamento e avaliações da seleção paralímpica brasileira de atletismo

Author Moraes, Walkiria Gomes de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliveira Filho, Ciro Winckler de Oliveira Filho Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract The aim of the study was to analyze the behavior of physical and psychological variables in athletes with visual impairment sprinters and their guides of the Brazilian Paralympic Team athletics during a training cycle. Materials and Methods: A total of seven sprinters athletes with visual impairment (DV) of both genders and seven sprinters guides of the Brazilian Paralympic athletics team were evaluated. The training cycle was characterized by three Training and Evaluation Camping (STA's), where 1st STA = Pre-Competitive Phase, 2nd STA = Competitive Main Phase and 3rd STA = Competitive Phase. The physical tests were Squat Jump (SJ), Jump with Counter movement (CMJ) and sprint partial 50m (Vel 10m, Vel 30m and Vel 50m). For the psychological test was used BRUMS test. In statistical analysis the normality of the data was done with Shapiro Wilk, homogeneity Levene, having a nonparametric sample. We used the Wilcoxon test to analyze the intra differences - groups, Mann Whitney U test to analyze the differences of physical variables between groups, and to analyze the intra associations - groups and intergroup was used Spermann test, p?0.05 was adopted. Results: It was observed a significant difference p<0.05 between the partial Vel in all STA's, both DV and guide, except the athlete guide Vel between 30m and 50m in 2nd STA. In physical variables, was observed p?0.05 at each STA when we compared DV and guide, and as the course of the STA's significant differences were decreasing. Only guides athletes showed significant correlations between partial Vel and some factors mood states. Between DV and guide there was a negative correlation between the depression factor in the guide with the vigor factor in the DV at 1st STA (r = -0,857; p<0.05). The negative factor anger of DV and guide had positive correlation in the 1st STA (r = 0.894; p<0.05) and same 3rd STA (r = 0.826; p<0.05). The negative factor of confusion in the guide had a positive correlation (r = 0.980; p<0, 05) with the anger factor in the DV in 3rd STA. Conclusion: The longitudinal monitoring has shown that the passing of the STA's training statistically significant differences decreased between DV athletes and their guide as well as the correlations approached, indicating that the athlete guide becomes an extension DV athlete's body, not only because guide, but the physical performance also in the speed race. As for the findings on mood states in longitudinal follow-up, joins the training process with variations in volume, intensity and training loads. Finally, the views associations between mood states in 3rd STA DV between the athlete and guide point be an influence on that last STA training cycle to the accumulation of training loads.

O objetivo do estudo foi analisar o comportamento de variáveis físicas e psicológicas em atletas com deficiência visual velocistas e seus guias da seleção paralímpica brasileira de atletismo ao longo de um ciclo de treinamento. Materiais e Métodos: Foram acompanhados sete atletas velocistas com deficiência visual (DV) de ambos os gêneros e sete atletas velocistas guias, todos da seleção de atletismo paralímpica brasileira em um ciclo de treinamento caracterizado por três Semanas de Treinamento e Avaliações (STA?s), em que a 1ª STA = Fase Pré-Competitiva, 2ª STA = Fase Competitiva Principal e 3ª STA = Fase Competitiva. Os testes físicos realizados foram: Squat Jump (SJ), Salto Com Contra movimento (CMJ) e teste de velocidade de 50m (Vel 10m, Vel 30m, e Vel 50m). O teste psicológico utilizado foi o BRUMS. Para análise estatística, fez-se normalidade dos dados com Shapiro Wilk, homogeneidade de Levene, tendo uma amostra não paramétrica, assim, utilizou-se teste de Wilcoxon para analisar as diferenças intra - grupos, teste U de Mann Whitney para analisar as diferenças das variáveis físicas intergrupos, e para analisar as associações intra ?grupos e intergrupos se utilizou teste de Spermann, adotou-se p?0,05. Resultados: Observou-se diferença significativa de p<0,05 entre as parciais da Vel em todas as STA?s tanto no atleta DV quanto no guia, exceção no atleta guia nas parciais de Vel 30m e 50m na 2ª STA. Os resultados das variáveis físicas tiveram diferença em cada STA comparando o atleta DV com guia, e conforme o transcorrer das STA?s as diferenças significativas foram diminuindo. Somente os atletas guias apresentaram associações entre as parciais da velocidade com fatores dos estados de humor dependendo da STA em que encontravam. Entre atleta DV e guia houve correlação negativa entre o fator depressão no guia com o fator vigor do DV na 1ª STA (r = -0,857; p<0,05), o fator negativo raiva do atleta guia e do atleta DV na 1ª STA (r =0,894; p<0,05) e a mesma associação na 3ª STA (r = 0,826; p<0,05), e o fator negativo confusão do guia correlação positiva (r =0,980; p<0,05) com a raiva do atleta DV na 3ª STA. Conclusão: O acompanhamento longitudinal permitiu verificar que com o passar das STA?s de treinamento as diferenças estatisticamente significativas diminuíram entre os atletas DV e seu guia, bem como as correlações se aproximaram, indicando que o atleta guia se torna uma extensão do corpo do atleta DV, não somente pelo fato de guiar, mas no rendimento físico dentro da corrida de velocidade. Nos achados quanto aos estados de humor, associam-se ao processo de treinamento com variações entre volume, intensidade e cargas de treino. Por fim, as associações vistas entre os estados de humor na 3ª STA entre o atleta DV e guia apontam existir uma influência nessa última STA do ciclo de treinamento ao acúmulo de cargas de treino.
Keywords athletes with visual impairment
speed
squat jump
mood states
atletas com deficiência visual
velocidade
saltos
estados de humor
Language Portuguese
Date 2016-03-06
Published in MORAES, Walkiria Gomes de. Análise de testes físicos e psicológicos nas semanas de treinamento e avaliações da seleção paralímpica brasileira de atletismo. 2016. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 62 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3700398
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46283

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account