Oficinas de estimulação cognitiva via computador e a melhoria na qualidade de vida de idosos de uma coorte populacional assistidos na atenção primária a saúde

Oficinas de estimulação cognitiva via computador e a melhoria na qualidade de vida de idosos de uma coorte populacional assistidos na atenção primária a saúde

Título alternativo Workshops on cognitive computer stimulation and improvement in the quality of life of elderly people in a population cohort assisted in primary health care
Autor Bonilha, Ana Claudia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde Coletiva – EPM
Resumo Objective: To evaluate the impact of the cognitive stimulation strategy, via computer, in the elderly with or without mild cognitive impairment (MCI), and the impact on their quality of life. Methods: This is a randomized controlled intervention study, aligned to a population cohort study, performed in a University Hospital care complex, with a qualitative and quantitative character. Data collection was performed before and after the intervention. The WHOQOL-Bref instrument was used to measure quality of life and semi-structured questions that generated categories of analysis. The data were scanned in a database in the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) program to perform descriptive analyzes. The sample consisted of 92 elderly individuals divided into 38 from the intervention group and 54 from the control group. There were 34 workshops lasting 17 weeks. Results: The majority of the elderly were female (81.5%), with an average of 75.5 (± 7.3) years of age, and 48% studied to the 1st degree. The results showed a significant increase in the quality of life of the elderly who participated in the intervention group. The overall mean of the post-test questionnaire was 16.14 (± 1.5) for the intervention group, being above the initial pre-test mean of 14.63 (± 1.5) and above average of the control group that scored 14.47 (± 1.6) in the post-test. The results showed a high level of self-evaluation of their physical, mental, social, environmental and quality of life. Through the analysis of the categories, the elderly who attended the workshops gained autonomy, confidence, improved memory, increased social networking, and included the digital age, learning to deal with different technologies. Conclusions: The present study demonstrated the effectiveness of cognitive stimulation workshops as a tool for maintaining and improving the quality of life of the elderly, as it is directly related to the degree of satisfaction, autonomy, independence and new social roles, as well as providing an active aging. Another gain was the learning of new contents and the social and digital inclusion of the participants.

Objetivo: Avaliar os impactos da estratégia de estimulação cognitiva, via computador, em idosos com ou sem comprometimento cognitivo leve (CCL), e o impacto em sua qualidade de vida. Métodos: Trata-se de um estudo de intervenção controlado e randomizado, alinhado a um estudo de coorte populacional, realizado em um complexo assistencial Hospital Universitário, com caráter qualitativo e quantitativo. A coleta de dados foi realizada antes e após a intervenção. Utilizou-se o instrumento WHOQOL-Bref para mensurar a qualidade de vida e, questões semiestruturadas que geraram categorias de análise. Os dados foram digitalizados em um banco de dados no programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS) para a realização de análises descritivas. A amostra foi composta por 92 idosos divididos em 38 do grupo intervenção e 54 do grupo controle. Foram realizadas 34 oficinas com duração de 17 semanas. Resultados: A maioria dos idosos eram do sexo feminino (81,5%), com média de 75,5 (±7,3) anos de idade e, 48% estudaram até o 1ºgrau. Os resultados apresentaram um aumento significativo na qualidade de vida dos idosos que participaram do grupo intervenção. A média global do questionário referente ao pós-teste foi de 16,14 (±1,5) para o grupo intervenção, ficando acima da média inicial no pré-teste de 14,63 (±1,5) e, acima da média do grupo controle que pontuou 14,47 (±1,6) no pós-teste. Os resultados apontaram um nível elevado na auto avaliação de sua condição física, mental, nas relações sociais, meio ambiente e qualidade de vida. Através da análise das categorias, os idosos que frequentaram as oficinas ganharam autonomia, confiança, melhora da memória, aumento da rede social e, inclusão a “era digital”, aprendendo a lidar com diferentes tecnologias. Conclusões: O presente estudo demonstrou a eficácia das oficinas de estimulação cognitiva como uma ferramenta de manutenção e melhoria de qualidade de vida dos idosos, pois está diretamente relacionada ao grau de satisfação, autonomia, independência e novos papéis sociais, além de proporcionar um envelhecimento ativo. Outro ganho foi a aprendizagem de novos conteúdos e a inserção social e digital dos participantes.
Assunto Elderly
Cognitive stimulation
Computer
New technologies and Quality
life
Idoso
Estimulação cognitiva
Computador
Novas tecnologias
Qualidade de Vida
Saúde Coletiva
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data 2017-06-09
Publicado em BONILHA, Ana Claudia. Oficinas de estimulação cognitiva via computador e a melhoria na qualidade de vida de idosos de uma coorte populacional assistidos na atenção primária a saúde. 2017. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), 2017.
Linha de pesquisa Formulação e avaliação de intervenções para a promoção de saúde
Área de concentração Epidemiologia
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 338 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5057673
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/41887

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: 2017-0002.pdf
Tamanho: 5.081Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)