Inserção dos Médicos Veterinários nos Serviços Públicos da Região Metropolitana da Baixada Santista: uma Aproximação ao Referencial Saúde Única

Show simple item record

dc.contributor.advisor Junqueira, Virginia [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Castro, Carolina Cruz Murta de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-06-04T19:14:34Z
dc.date.available 2018-06-04T19:14:34Z
dc.date.issued 2016-08-31
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3799098 pt
dc.identifier.citation CASTRO, Carolina Cruz Murta de. Inserção dos Médicos Veterinários nos Serviços Públicos da Região Metropolitana da Baixada Santista: uma Aproximação ao Referencial Saúde Única. 2016. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), 2016.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/11600/41863
dc.description.abstract Veterinarians are important Collective Health professionals for performing in different segments like animal production and well-being, zoonosis surveillance and control, health, epidemiological and environmental surveillance, food security, veterinary expertise, comparative medicine, health education, among other attributions. The One Health Concept is a theoretical approach that aims to unify the human, animal and environment health by practicing multidisciplinarity, by integrating public agencies, departments, ministries, federal entities, universities, institutions, governmental and non-governmental organisations and society in order to control and prevent emerging and re-emerging diseases. This research has the purpose of evaluating qualitatively and quantitatively the veterinarians insertion at the public systems in the Baixada Santista Metropolitan Region municipalities aimed at the One Health Initiative. A review of literature was followed to get agencies surveys and number of veterinarians working at public systems, as well as documentary analysis of attributions and pertinent legislation concerned with the topic. Semistructured interviews of 86 veterinarians and their line managers were recorded, containing respectively 18 and 17 questions that were divided into four categories: group insertion, professional integration, professional practice and academic education. Answers were analysed by quantitative methodology using N Vivo software 11th version and chi-squared test for the significance evaluation. The software Open Epi was used with 95% (alpha 5%) confidence level. When the data proportion analysis could not be evaluated by Open Epi, software Stata were used, comparing veterinarians’ and managers’ opinion. The qualitative analysis was taken by reference to Minayo (2013), Gomes et al. (2005) and Bardin (2002) content analysis. The scope of veterinarians action, although wider according to their attributions provisioned in the law, demonstrates gaps to be complied at particular sectors and municipalities of research. Great majority of the professionals interviewed 75 in 86 unaware the One Health Concept. Difficulties could be observed regarding to the effective work insertion of the professionals due to lack of integrational and resource, in additon to the unawareness about the veterinarians allocations. It was also noted problems relating to veterinarians and managers integration, between government bodies at same political entity or even within different political entities. The veterinarian professional activity was influenced by their (lack of) knowedge about public policies and standardization and depends on their autonomy and workplace. The academic education revealed primordial importance to professional activity, with great majority had difficulties in conceptualize and differentiate important theoretical approaches for the professional exercise, like Public and Collective Health. It has been found significant affinity between One Health and Collective Health theoretical-conceptual matrix. Considering that the Collective Health references are largely present in the Unified Health System legislation, practice and services, there are favourable outlook for the One Health incorporation in the actions taken, aiming to strengthen and expand the veterinarians insertion and professional exercise in the public system at the federal, state and municipal levels. en
dc.description.abstract Os médicos veterinários são profissionais importantes na saúde coletiva por atuarem em diversos segmentos como produção e bem-estar animal, vigilância e controle de zoonoses, vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental, segurança alimentar, perícia, medicina comparativa, educação em saúde, dentre outras atribuições. A Saúde Única (One Health) é um referencial teórico que visa à unificação das saúdes humana, animal e ambiental por meio da prática da multidisciplinaridade, integração entre órgãos, secretarias, ministérios, entes federativos, universidades, instituições e organizações governamentais e não-governamentais e a sociedade, com o intuito de controlar e prevenir doenças emergentes e reemergentes. A presente pesquisa teve o intuito de avaliar qualiquantitativamente a inserção dos médicos veterinários nos sistemas públicos dos municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista segundo o referencial Saúde Única. Foi realizada uma revisão bibliográfica seguida pelo levantamento dos locais e quantidade de médicos veterinários que atuavam nos serviços públicos da região estudada, bem como o levantamento documental das atribuições e legislações pertinentes ao assunto. Foram gravadas entrevistas semiestruturadas com 86 profissionais dentre médicos veterinários e seus gestores imediatos, contendo respectivamente 18 e 17 questões que foram elencadas em quatro categorias: inserção na equipe, integração profissional, exercício profissional e formação acadêmica. Analisaram-se as respostas obtidas por meio da metodologia quantitativa com o auxílio do software ‘N Vivo’ versão 11 e Teste do Qui-Quadrado para avaliação da significância. Utilizou-se o software Open Epi com nível de confiança de 95% (alfa igual a 5%). Para a análise de proporção, quando não foi possível analisar pelo Open Epi, foi utilizado o software Stata, com o qual foram confrontadas as opiniões de gestores e médicos veterinários. A análise qualitativa foi realizada tendo por referência Minayo, (2013), Gomes et al. (2005) e análise de conteúdo segundo Bardin (2002). Pela análise dos resultados concluiu-se que o campo de atuação dos médicos veterinários, apesar de bastante amplo de acordo com suas atribuições dispostas em lei, demonstrou lacunas a serem preenchidas em determinados setores e municípios estudados. Grande maioria dos 86 profissionais participantes (75) desconheciam o referencial Saúde Única. Foi possível observar dificuldades referentes à inserção efetiva dos profissionais em suas equipes por falta de integração e de recursos, além de desconhecimento sobre as atribuições dos médicos veterinários. Notaram-se problemas relativos à integração entre os médicos veterinários e gestores, entre órgãos do mesmo ente federativo e entre órgãos de entes federativos diferentes. O exercício profissional dos médicos veterinários sofreu influência dos seus (des)conhecimentos sobre políticas públicas e normatizações e dependia de sua autonomia e local de trabalho. A formação acadêmica se mostrou primordial ao exercício profissional, sendo que grande maioria dos entrevistados apresentaram dificuldades de conceituar e diferenciar referenciais teóricos importantes para a sua atuação, como Saúde Pública e Coletiva. São bastante significativas as afinidades encontradas entre as matrizes teórico-conceituais da Saúde Única e da Saúde Coletiva. Considerando que os referenciais dessa última matriz estão presentes em grande parte tanto na legislação quanto nas práticas e serviços do SUS, são favoráveis as perspectivas de incorporação do referencial da Saúde Única nas ações executadas, objetivando fortalecer e ampliar a inserção e a atuação dos médicos veterinários no sistema público brasileiro, em seus três âmbitos - federal, estadual e municipal. pt
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent 194 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Meio Ambiente e Saúde Pública pt
dc.subject Medicina Preventiva pt
dc.subject Saúde Pública Veterinária pt
dc.subject Saúde Pública pt
dc.subject Medicina Veterinária pt
dc.title Inserção dos Médicos Veterinários nos Serviços Públicos da Região Metropolitana da Baixada Santista: uma Aproximação ao Referencial Saúde Única pt
dc.title.alternative Insertion of Veterinarians in Public Agencies at the Baixada Santista Metropolitan Region: An Approximation of the One Health Initiative en
dc.type Tese de doutorado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2016-0008.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Saúde Coletiva – EPM pt
unifesp.knowledgeArea Política, Planejamento e Gestão em Saúde pt
unifesp.researchArea Processo e gestão do trabalho e(m) saúde pt
dc.subject.cnpq Saúde Coletiva pt



File

Name: 2016-0008.pdf
Size: 1.898Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account