Quem cuida, quem ensina, quem aprende: campo e interações entre atenção primária e escola na produção da queixa escolar

Quem cuida, quem ensina, quem aprende: campo e interações entre atenção primária e escola na produção da queixa escolar

Alternative title Who cares, who teaches, who learn: field and interactions between Primary Health and School in scholar complaint
Author Lobo, Fernanda Senna Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Mello, Guilherme Arantes Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde Coletiva – EPM
Abstract Assuming the scholar health under the historical perspective and trying to comprehend the possibilities which provide the production of scholar complaint, its routing and acceptance by the medical services may give clues to comprehend the interactions between School and Health, which gives way to the scholar failure. Considering the relations between a public school on the outskirts of São Paulo and the Primary Care service of Sistema Único de Saúde,this research sought to understand the possible ramifications of this interaction under a critical point of view.Methodology: Case study of qualitative approach. Field research and interviewswere made with professionals involved in the production of scholar complaint linked to the school, to the UnidadeBásica de Saúde, and to the Diretoria Regional de Educação. Results and discussion: There are different web arrangements being developed between the Primary Attention services and schools that are crossed by the school complaint and the public politics of health care and the different web configurations of health care affect the scholar complaint. Some interactions, which do not depend on public programs, can be its enabler. Considering the history and culture of institutions, the abilities and the availability of the subjects involved, and the search for the routine on its professionals actions is very important. Looking at the territory may seem an important progress,but one must be alert to easy answers that justify school complaint by the situations of vulnerability. Final thoughts: Respecting the space and knowledge of others, searching for a common ground, recognizing failures (and avoiding them), and showing yourself available seem to be key elements to set significant intersectorial actions. Family Health presents a powerful instrument to act on this perspective and to reach the relations being producedall the time on the field of interactions of the scholar complaint.

Assumir a saúde escolar sob perspectiva histórica e buscar compreender as possibilidades que ensejam a produção da queixa escolar, seu encaminhamento e acolhida pelos serviços de saúde pode dar pistas para uma compreensão das interações que Escola e Saúde estabelecem em torno do fracasso escolar. Parte-se das relações estabelecidas entre uma escola pública da periferia da cidade de São Paulo e o serviço de Atenção Primária, no Sistema Único de Saúde, para compreender os desdobramentos possíveis dessa interação, em ponto de vista crítico. Metodologia: Estudo de caso de abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas com profissionais envolvidos com a produção da queixa escolar, ligados à escola, Unidade Básica de Saúde e Diretoria Regional de Educação e observação de campo. Resultados e discussão:Há diferentes arranjos de rede sendo desenvolvidos entre os serviços de Atenção Primária e escolas, atravessados pela queixa escolar e pelas políticas públicas de saúde escolar e tais diferenças afetam a produção da queixa escolar. Há interações independendo da presença de programas públicos, ao mesmo tempo em que estes podem ser facilitadores. Levar em conta a cultura e a história das instituições, as habilidades e disponibilidade dos sujeitos envolvidos, e buscar a cotidianidade no fazer dos profissionais que atuam no campo é fundamental. O olhar para o território parece ser um avanço importante, mas é preciso estar atento para respostas fáceis que justificam o fracasso escolar pela vulnerabilidade.Considerações finais:Respeitar o espaço e conhecimentos do outro, buscar pontos em comum, reconhecer falhas (e evitá-las) e mostrar-se acessível, parecem elementos fundamentais para o estabelecimento de ações intersetoriais significativas. A Estratégia Saúde da Família apresenta um instrumental poderoso para atuar nessa perspectiva e alcançar as relações que estão sendo produzidas a todo tempo no campo de interações em que se insere a queixa escolar.
Keywords Primary Health Care
Unified Health System
School Health
Family Health
Public Policies
Atenção Primária à Saúde
Sistema Único de Saúde
Saúde Escolar
Saúde da Família
Políticas Públicas
Saúde Coletiva
Language Portuguese
Sponsor Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Date 2016-04-11
Published in LOBO, Fernanda Senna. Quem cuida, quem ensina, quem aprende: campo e interações entre atenção primária e escola na na produção da queixa escolar. 2016. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), 2016.
Research area Corpo, saúde e doença
Knowledge area Ciências Sociais e Humanas em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 77 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3682697
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/41861

Show full item record




File

Name: 2016-0009.pdf
Size: 940.5Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account