Política, tecnologia e emancipação em O homem unidimensional de Herbert Marcuse

Política, tecnologia e emancipação em O homem unidimensional de Herbert Marcuse

Alternative title Politics, technology and emancipation in Herbert Marcuse’s One-dimensional man
Author Magalhães, Rogério Silva de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Machado, Francisco De Ambrosis Pinheiro Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Filosofia - Guarulhos
Abstract Esta dissertação tem dois objetivos. A partir da obra O homem unidimensional: a ideologia da sociedade industrial (One-dimensional man: studies in the ideology of advanced industrial society), pretendemos explorar como a alta produtividade de bens nas sociedades industriais avançadas dos anos de 1960 está intimamente associada à geração de pensamento e comportamento de servidão. Temos interesse em saber como o sistema de produção dessas sociedades é responsável pela unidimensionalização da existência humana. Por outro lado, nas sociedades tecnológicas, é interessante notar que não é só o Estado e as corporações que produzem homens unidimensionais, mas os homens também produzem a si mesmos como seres unidimensionais por intermédio da passividade com que aceitam a realidade repressora estabelecida. Na visão de Marcuse, o modo de vida industrial não existe para libertar os indivíduos do trabalho alienado, fazendo assim com que tenham tempo livre para desenvolver suas potencialidades, mas existe para a dominação dos homens e da natureza em nome do capital. Nosso segundo objetivo é o de examinar as alternativas que Marcuse opõe a esse controle total das necessidades exercido pelo modo de vida da sociedade unidimensional. Essas alternativas elaboram-se em diferentes registros e dimensões: nova tecnologia, filosofia, imaginação, arte e protesto dos excluídos. Cada uma delas será analisada em um subtítulo.

The current dissertation has two goals. Taking One-dimensional man: studies in the ideology of advanced industrial society as a primary source, we intend to explore how the massive production of goods in advanced industrial societies in the 1960’s is closely related to the creation of thinking and behavior directed toward servitude. We have a keen interest in learning how the production system of these societies is responsible for the emergence of a one-dimensional human existence. On the other hand, in these technological societies, it is interesting to realize that not only the State and the corporations that create one-dimensional men, but men also create themselves as one-dimensional human beings through their passive behavior toward the established repressive reality. In Marcuse’s point of view, the industrial way of life does not exist to free the individuals from alienated labor, providing them with free time to develop their potentialities, but to dominate human beings and nature in order to make profit on it. Our second goal is to examine the alternatives that Marcuse opposes to the total control of needs exercised by the way of life in the one-dimensional society. These alternatives are designed in different levels and dimensions: new technology, philosophy, imagination, art and the protest of the excluded. Each of them will be analyzed in a single subheading.
Keywords Tecnologia
Dominação
Arte
Grande Recusa
Technology
Domination
Art
Great Refusal
Language Portuguese
Sponsor Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Date 2013-08
Published in MAGALHÃES, Rogério Silva de. Política, tecnologia e emancipação em O homem unidimensional de Herbert Marcuse. 2013. 208 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2013.
Knowledge area Filosofia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 208 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39319

Show full item record




File

Name: Publico-39319.pdf
Size: 1.291Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account