Padrões multigeracionais de violência familiar associada ao abuso de bebidas alcoólicas: Um estudo com genograma.

Show simple item record

dc.contributor.advisor Noto, Ana Regina [UNIFESP]
dc.contributor.author Tondowski, Claudia Silveira [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:47:40Z
dc.date.available 2015-12-06T23:47:40Z
dc.date.issued 2008
dc.identifier.citation TONDOWSKI, Claudia Silveira. Padrões multigeracionais de violência familiar associada ao abuso de bebidas alcoólicas: Um estudo com genograma. 2008. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24179
dc.description.abstract INTRODUÇÃO: Embora cerca de metade dos casos de violência familiar aconteçam em situações de uso de bebidas alcoólicas, são raros os estudos sobre padrões familiares da associação entre esses dois fenômenos. O objetivo deste trabalho foi estudar os padrões multigeracionais de violência familiar associada ao abuso de bebidas alcoólicas, por meio do genograma de autores e vítimas desse tipo de violência. METODOLOGIA: A amostra foi intencional, composta (até a saturação teórica) por 23 vítimas e 19 agressores com histórico multigeracional de violência associada ao álcool. Foram realizadas entrevistas individuais e anônimas, para a construção do genograma de três gerações, e aplicação de um roteiro com foco no tipo de violência, padrão de consumo de álcool, relações e crenças familiares. O conteúdo das entrevistas foi gravado e submetido a uma análise de conteúdo. RESULTADOS: A análise dos genogramas indicou a preponderância de casos de abuso/dependência de álcool e violência (AV), como comportamentos associados, bem como mostrou a ocorrência de padrões multigeracionais envolvendo a associação álcoolviolência (AV), sendo os mais freqüentes por linha direta de parentesco (pai/filho) e por meio de casamento. Foi possível observar vários aspectos das relações familiares reproduzidos ao longo das gerações, como o tipo de violência, etapas do ciclo vital familiar e reação à violência. Crenças familiares, como a de que o álcool causa ou justifica a violência, e sobre a indissolubilidade do casamento, parecem minimizar a responsabilidade de agressor e favorecer a reincidência da violência por prolongado período de tempo. CONCLUSÕES: Os resultados confirmam a reprodução multigeracional xviii da violência familiar associada ao abuso de bebidas, com influência de aspectos culturais, crenças e valores familiares. Concluiu-se a importância de estratégias de intervenção para prevenir a repetição multigeracional do comportamento. pt
dc.description.abstract São Paulo, São Paulo, INTRODUCTION: Even though about half of family violence cases take place under circumstances of alcohol use, few are the studies that target family patterns and the association between those phenomena. The objective of this work was to study the multigenerational patterns of family violence associated with alcohol abuse. The research was based on the genogram of three generations of offenders and victims involved in this kind of violence. METHODS: The sample was intentional, comprised (up to the point of theoretical saturation) by 23 victims and 19 offenders with multigenerational history of family violence associated with alcohol abuse. We carried out semistructured individual anonymous interviews, so that each interviewee's genogram could be created. The interviews were recorded and submitted to content analysis. RESULTS: The genogram analysis showed the preponderance of cases of violence and alcohol abuse/dependence as associated behaviors, as well as the multigenerational transmission of this association. This patter took place mostly by father to son transmission and repetition by marriage. Repetition of relational patterns were observed across family generations, as violence aspects, family life cycle events and reaction to violence situations. Family beliefs regarding alcohol as a cause or an excuse to violent behavior, or marriage indissolubility seems to minimize batterers' responsibility and to promote violence recurrence for long time. CONCLUSIONS: Results confirm the multigenerational reproduction of family violence associated with alcohol abuse, regard cultural influences, beliefs and 96 family values. Therefore, intervention strategies aiming to prevent multigenerational patterns behavior repetition are needed. pt
dc.description.sponsorship Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
dc.description.sponsorship Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID)
dc.description.sponsorship Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent 120 f.
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Alcoolismo pt
dc.subject Família pt
dc.subject Violência Doméstica pt
dc.subject Linhagem pt
dc.subject Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias pt
dc.subject Alcohol abuse en
dc.subject Family violence en
dc.subject Family en
dc.subject Genogram en
dc.subject Substance abuse related disorders en
dc.title Padrões multigeracionais de violência familiar associada ao abuso de bebidas alcoólicas: Um estudo com genograma. pt
dc.title.alternative Multigenerational patterns of family violence associated with alcohol beverages: a genogram study en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.description.sponsorshipID FAPESP: 06/58585-0
dc.description.sponsorshipID AFIP: 02/11918-4
dc.identifier.file epm-9013010490243.pdf
dc.identifier.file Publico-24179.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Psicobiologia - EPM



File

Name: Publico-24179.pdf
Size: 730.7Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account