Modulação dopaminérgica D2 dos processos envolvidos em falsas memórias

Show simple item record

dc.contributor.advisor Bueno, Orlando Francisco Amodeo [UNIFESP]
dc.contributor.author Guarnieri, Regina Vieira [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:46:42Z
dc.date.available 2015-12-06T23:46:42Z
dc.date.issued 2014
dc.identifier.citation GUARNIERI, Regina Vieira. Modulação dopaminérgica D2 dos processos envolvidos em falsas memórias. 2014. 272 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23229
dc.description.abstract Estudos em humanos e em animais indicam que o sistema dopaminergico esta envolvido com a cognicao, onde se incluem processos mnemonicos e atencionais como troca de foco de atencao, atencao executiva e particularmente, atencao seletiva. No entanto, pouco se estudou sobre a acao dopaminergica sobre a memoria emocional ou os seus efeitos sobre a producao de falsas memorias. Objetivos: avaliar o papel dos receptores dopaminergicos do subtipo D2, por meio da administracao aguda de farmacos seletivos para os mesmos, nas memorias verdadeiras e falsas. Metodo: este estudo foi duplo-cego, randomizado, em grupos paralelos de tratamento, controlados com placebo. Realizou-se com sujeitos jovens, saudaveis, do sexo masculino. Os tratamentos envolveram doses unicas e equipotentes em termos cognitivos do haloperidol (antagonista dopaminergico D2, 4 mg), bromocriptina (agonista dopaminergico D2, 2,5 mg) e sulpirida (antagonista dopaminergico D2, 200 mg e 400 mg) administrados via oral. A bateria de testes envolveu a avaliacao dos efeitos destes farmacos sobre o julgamento emocional do estimulo (SAM), a memoria verdadeira e falsa utilizando figuras do IAPS adaptadas para estudo de falsas memorias (DRM-IAPS) e listas de palavras associadas com conteudo neutro e emocional (procedimento DRM). Alem disso, foram aplicados testes de atencao, de humor, de memoria operacional, funcoes executivas e memoria logica. Resultados: Em geral, o maior indice de falsas memorias se deu nos blocos neutros e o menor indice nos blocos positivos em todos os grupos. As diferencas de grupos quanto ao efeito da manipulacao dopaminergica nas memorias verdadeiras e falsas, entretanto, foram encontradas para os estimulos que apresentavam carga emocional. A ativacao e o bloqueio dopaminergico causaram prejuizo no desempenho da memoria verdadeira e aumento do indice de falsas memorias, respectivamente pt
dc.description.sponsorship Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
dc.description.sponsorship Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorship Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent 272 f.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Humanos pt
dc.subject Masculino pt
dc.subject Adulto pt
dc.subject Haloperidol pt
dc.subject Bromocriptina pt
dc.subject Sulpirida pt
dc.subject Memória pt
dc.title Modulação dopaminérgica D2 dos processos envolvidos em falsas memórias pt
dc.title.alternative D2 dopaminergic modulation of false memory processing en
dc.type Tese de doutorado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.sponsorshipID CNPq: 141383/2010-0
dc.identifier.file Tese-14388.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Psicobiologia - EPM



File

Name: Tese-14388.pdf
Size: 7.328Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account