Caracterização de uma fucana da alga Spatoglossum schroederi e análise de suas atividades anti-adesiva, antimigratória, antiproliferativa e antitrombótica

Caracterização de uma fucana da alga Spatoglossum schroederi e análise de suas atividades anti-adesiva, antimigratória, antiproliferativa e antitrombótica

Alternative title Characterization the fucan of patoglossum schroederi alga and analusis of this activity anti-aahesive, antimigratory, antiprolephetative and antitrombotic
Author Rocha, Hugo Alexandre de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nader, Helena Bonciani Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract Fucana e uma denominacao utilizada para polissacarideos sulfatados, lineares ou nao, que tem como caracteristica estrutural mais marcante a presenca de L-fucose sulfatada. A alga Spatoglossum schroederi produz tres fucanas, denominadas de fucanas A, B e C. A Fuc B, com massa molecular de 21,5 kDa, constituida de fucose: xilose: galactose: sulfato (1: 0,5: 2: 2) e tracos de acido uronico, foi extraida da alga por hidrolise enzimatica e purificada por precipitacao diferencial com acetona e cromatografias de troca ionica e gel filtracao. As analise quimicas, estudos de metilacao e espectroscopia de RMN de 113 e 213, indicaram as principais caracteristicas estruturais da Fuc B. Ela e formada por um estrutura central de (3-D-1-galactose-3504-4, com aproximadamente 50 por cento dessas galactoses sendo substituidas em C2 por cadeia laterais formadas por a-L-1-fucose-4 ou a-L-fucose(1 -->4) (3D-xilose-, estando as (coses sulfatadas em C3, apresentando essas cadeias monomeros de xilose ou galactose na posicao de acucar terminal nao redutor. A Fuc B nao apresentou atividades anticoagulante e hemorragica. Todavia, testes in vivo indicaram que ela possui atividade antitrombotica no estudo de ligadura de veia ficava, dependente do tempo, da dose e do seus grupamentos sulfato. Verificou-se, tambem, que a Fuc B foi duas vezes mais potente do que a heparina ou a fucana A (Fuc A) em estimular a sintese do heparam sulfato (HS) pelas celulas endoteliais de aorta de coelho. Esse efeito foi dose dependente e foi abolido com a dessulfatacao da Fuc B. Todavia, tanto Fuc B como Fuc A nao apresentaram atividades citotoxicas como citostaticas frente as celulas endoteliais. Esses dados levam a proposta de que a capacidade de estimular a sintese de HS pelas celulas endoteliais e que e responsavel pela atividade antitrombotica da Fuc B...(au)
Keywords Alga marinha
Matriz extracelular
Ciclo celular
Adesão celular
Language Portuguese
Date 2002
Published in São Paulo: [s.n.], 2002. 211 p. ilustab.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 211 p.
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18139

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account